Conheça Conceição Evaristo, uma das mais influentes escritoras pós-modernistas
no Brasil, linguista
e docente universitária.

 conceição evaristo

os olhos d'água de

foto: Mario ladeira POR:  Giovanne ramos
FOTO: REPRODUÇÃO

Maria de Conceição Evaristo de Brito nasceu em Belo Horizonte,
em 1946. Segunda mais velha de nove irmãos, cresceu na favela da Pindura Saia, comunidade extinta na década de 70.

Estimulada pela mãe, foi estudar em outra região da cidade, pois acreditava que as escolas locais poderiam limitar o aprendizado da filha. Conciliou o trabalho de babá e faxineira com os estudos
até os 25.

FOTO reprodução: ARQUIVO NACIONAL

Sem emprego e indicações para dar aulas em Minas Gerais, em 1973, se mudou para o
Rio de Janeiro, onde se graduou em Letras pela UFRJ. Lecionou na rede pública fluminense até se aposentar, em 2006.

foto reprodução: fora do eixo

Em 1990, inicia sua trajetória
na literatura, quando seis poemas de sua autoria foram incluídos na coletânea Cadernos Negros, publicação anual que desde 1978 promove a escrita afro-brasileira.

foto reprodulção:
matinal jornalismo

Conceição aborda em suas escritas a mulher negra em todas as suas vivências, retratando personagens afrodescendentes com a profundidade não vista em outras produções literárias brasileiras.

fotO: Richner Allan
foto: rafael arbex

A autora chegou a cunhar um termo para a sua literatura: a 'escrevivência'. Ou seja, Conceição escreve a partir de suas experiências e representa toda uma coletividade em suas histórias.

vídeo retirado do canal
leituras brasileiras no youtube

"A poesia, a prosa, nasce profundamente marcada pela minha experiência de mulher negra na sociedade brasileira".

Em 2003, publicou o seu primeiro romance: Ponciá Vicêncio.
Na obra, a protagonista Ponciá Vicêncio vai para a cidade grande
em busca de uma vida melhor
e acaba se afastando de sua família.

IMAGEM SIMULAÇÃO:
ALMA PRETA JORNALISMO

O livro coloca em foco temas como a ancestralidade, memória, discriminação racial, de gênero e classe dentro de um contexto de opressão e injustiças características da época da escravidão.

FOTO: Christina Rufatto
vídeo retirado do canal
pallas editora

"A narrativa trás também a condição que Ponciá Vicêncio e todos africanos escravizados no Brasil, vivem no pós-abolição".

Entre as suas principais obras estão os romances “Ponciá Vicêncio” e “Becos da Memória”, o livro de poesia “Poemas da Recordação e Outros Movimentos” e a coletânea de contos “Olhos D'água”.

FOTO: Daniela Kalicheski

Ao longo de sua carreira, conquistou diversos prêmios, entre eles o Jabuti de Literatura em 2015, na categoria Contos e Crônicas, e o prêmio de Literatura do Governo de Minas Gerais, de 2017.

foto: aline macedo

Ativa nos movimentos pela luta negra, Conceição Evaristo é Doutora em Literatura Comparada, Mestre em Literatura Brasileira e uma potência literária reconhecida por suas obras.

foto: arquivo pessoal

ENTRE EM NOSSA PÁGINA PARA VER OUTRAS

GOSTOU DO CONTEÚDO?