Conheça os bastidores de Beatriz Santana, influencer periférica que leva empoderamento para dentro e fora da internet. 

Influência e negritude
POR:  DINDARA PAZ  IMAGENS:  IAGO AUGUSTO

Cria da periferia de Salvador, Beatriz Santana começou na internet sob influência do teatro. Na arte, se descobriu enquanto mulher preta e decidiu compartilhar a sua experiência através da internet

Com pouco mais de seis mil seguidores no Instagram,
Bea Pretex, como é conhecida, investe em conteúdos que exaltam a beleza e a estética das mulheres negras, aliando autoestima e consciência racial.

"Encrespar é um ato revolucionário, é político, é história, é reverenciar as nossas ancestrais. É nesse lugar que a estética se encontra hoje para mim e é por isso que eu amo falar sobre isso"

"Eu recebo mensagens de meninas que disseram que passaram a enxergar o cabelo de outra forma por minha causa, eu choro toda vez que eu leio porque é um peso muito grande"

A jovem da periferia conta com poucos recursos para gravar os conteúdos. Blocos de tijolo são o tripé para celular, um pedaço de tecido vira o cenário e a luz natural é o ring light.

Além das dificuldades de estrutura, Beatriz também enfrenta as estruturas racistas dentro das redes sociais, com algoritmos que têm limitado o engajamento de pessoas pretas que produzem conteúdo.

"Quando você coloca em uma aba de pesquisa, a primeira coisa que aparece é uma pessoa branca. Então como uma pessoa preta se encaixa dentro disso? Como uma pessoa fora do padrão se encaixa dentro disso? Para mim é um desafio enorme estar dentro desse algoritmo, desse espaço racista e o que fortalece é a minha comunidade"

Enquanto mulher negra e de periferia, Beatriz acredita que a comunidade que criou nas redes sociais a ajuda a fortalecer e resistir aos lugares que o racismo impõe às pessoas negras.

"Uma vez disseram para mim que eu não ia chegar a lugar nenhum, que eu não ia construir nada, que eu ia continuar morando na casa onde estou morando, que eu ia ter vários filhos e que era ali o meu lugar

"Hoje, eu estou construindo a porra toda, tijolinho por tijolinho, colocando cada tijolo em cima do outro para chegar no lugar que eu quero chegar e que eu sei que eu mereço chegar"

Para o futuro, Beatriz planeja trabalhar com a internet para oferecer melhores condições de vida para as suas maiores referências: a mãe Juliana Bispo e a avó Maria dos Reis

"Uma das minhas maiores motivações é sair deste lugar e, para além disso, não sair sozinha: é levar a minha mãe, minha avó, todos os meus amigos e toda a minha comunidade que hoje eu tenho construído. Uma das minhas maiores motivações é entender que eu vou, mas que eu nunca vou sozinha

Conheça o trabalho de Beatriz Santana no Instagram e no TikTok:

@beapretex

ESSE CONTEÚDO FAZ PARTE DA SÉRIE

ENTREVISTAMOS INFLUENCERS PRETXS PARA ENTENDER COMO INFLUÊNCIA E NEGRITUDE SE RELACIONAM NO MUNDO DIGITAL.

Confira