POLíTICA / Sexta, 26 Março 2021 12:16

Negro e LGBTQIA+, Vinicius Castello defende renda básica para Olinda; entenda a proposta

Vereador petista reivindica, em requerimento encaminhado ao poder executivo municipal, estratégias de melhoria na situação financeira de cerca de 30 mil famílias em situação de vulnerabilidade social; auxílio será direcionado para a população com renda mensal de até R$145

Texto: Redação / Edição: Lenne Ferreira / Imagem: Igor Travassos/Divulgação

 

Negro e LGBTQIA+, Vinicius Castello defende renda básica para Olinda; entenda a proposta
Introdução:

Vereador petista reivindica, em requerimento encaminhado ao poder executivo municipal, estratégias de melhoria na situação financeira de cerca de 30 mil famílias em situação de vulnerabilidade social; auxílio será direcionado para a população com renda mensal de até R$145

Texto: Redação / Edição: Lenne Ferreira / Imagem: Igor Travassos/Divulgação

 

O vereador Vinicius Castello (PT), primeiro homem negro e LGBTQIA+ a ocupar uma cadeira no Legislativo municipal de Olinda, em Pernambuco, é autor de um requerimento de renda básica municipal aprovado pela câmara na última quinta-feira (26).  Ao todo, o projeto prevê que cerca de 30 mil famílias sejam beneficiadas no município. Como regra, o auxílio é direcionado para a população que tem renda mensal de até R$145. 

Com base na crise sanitária e social, o projeto visa oferecer assistência financeira à população de baixa renda que, hoje, tem de lidar com dificuldades ao acesso de direitos básicos, como comida na mesa. Outros fatores que embasam a proposta são a falta de emprego, a crise na economia, a falta de auxílio e a situação dos cidadãos que seguem sem perspectiva de melhora no cenário político e social nacional, como reafirmação dos motivos que o levaram a elaborar a proposta. 

“O requerimento vem como forma de dialogar com a população que mais precisa. Então, mais do que nunca, é importante que a gente encontre caminhos viáveis para que possamos auxiliar a população mais atingida pelas crises sanitária, social e econômica", afirma o vereador.

No projeto, Vinicius critica a postura do Governo Federal e a proposta de Auxílio Emergencial com valores que variam apenas de R$150,00 até R$350,00. O vereador defende que, apenas com a ajuda financeira nessa faixa de valores e os constantes aumentos nos preços da alimentação, energia elétrica e transporte, muitas famílias continuarão em um cenário de insegurança econômica. 

A ação não precisou passar por votação na Câmara de Vereadores. Agora, o próximo passo é que o auxílio financeiro seja sancionado pelo poder executivo do município. 

 Apoie jornalismo preto e livre!

 O funcionamento da nossa redação e a produção de conteúdos dependem do apoio de pessoas que acreditam no nosso trabalho. Boa parte da nossa renda é da arrecadação mensal de   financiamento coletivo e de outras ações com apoiadores. 

 Todo o dinheiro que entra é importante e nos ajuda a manter o pagamento da equipe e dos colaboradores em dia, a financiar os deslocamentos para as coberturas, a adquirir novos   equipamentos e a sonhar com projetos maiores para um trabalho cada vez melhor. 

 O resultado final é um jornalismo preto, livre e de qualidade.

 Acesse aqui e apoie a Alma Preta Jornalismo

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece. Se inscreva e receba nossas notícias toda semana.

VÍDEOS

novageracaoskate.jpg
temclimapraisso8.jpg
flagrapmbahia.jpg
anasanches7.jpg