POLíTICA / Quarta, 29 Setembro 2021 17:01

No Recife, vereadora propõe 'Selo Diversidade Racial' para empresas com políticas de cotas

Projeto de Lei foi proposto por Dani Portela (PSOL-PE) e é destinada às instituições privadas e prevÊ garantia de 40% das vagas para pessoas negras e indígenas

Texto: Redação I Imagem: Agência Brasil

No Recife, vereadora propõe 'Selo Diversidade Racial' para empresas com políticas de cotas
Introdução:

Projeto de Lei foi proposto por Dani Portela (PSOL-PE) e é destinada às instituições privadas e prevÊ garantia de 40% das vagas para pessoas negras e indígenas

Texto: Redação I Imagem: Agência Brasil

Ações que garantam mais inclusão no mercado de trabalho são estratégias que a vereadora Dani Portela (PSOL-PE) acredita que vão ajudar a diminuir o desemprego para quem, historicamente, vive a negligência de direitos, como negros e indígenas. Nesta semana, a parlamentar protocolou um Projeto de Lei que propõe a criação do ‘Selo Diversidade Racial’ para empresas que estabeleçam porcentagem mínima de 40% das vagas para esta população. 

Segundo a parlamentar, ação vem para promover ações afirmativas de promoção da igualdade racial e pretende visibilizar as empresas que se mostrem comprometidas com a pauta antirracista. Assim, todas as instituições que cumpram com os requisitos estabelecidos na proposição podem requerer o Selo Diversidade Racial.

"As empresas que receberem o ‘Selo Diversidade Racial’ poderão ter sua razão social e nome fantasia divulgados pelo Poder Público Municipal, contribuindo de forma substancial para a sua imagem, sobretudo atualmente, em que a população tem caminhado no sentido de um consumo consciente dos produtos oferecidos no mercado", explica Portela. 

Leia também: Jovens negros têm ‘uberização’ do trabalho como uma das poucas alternativas ao desemprego

Como justificativa da protocolização, a vereadora afirma que mesmo a população negra seja maioria no município - totalizando 61% de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) de 2019 - há um marcante abismo social em que a população não-branca ocupa majoritariamente territórios onde os serviços públicos são os mais precários, assim como as condições de moradia, exemplifica. 

Como expectativa, Dani espera que haja ampla adesão das empresas recifenses a esta Iniciativa, dando um passo decisivo na promoção da igualdade racial no Recife. 

O Projeto de Lei foi apresentado em plenário da Câmara dos Vereadores do Recife e está em prazo para recebimento de emendas dos parlamentares.

Leia também: Quase metade dos profissionais negros não sente acolhimento no trabalho

 Apoie jornalismo preto e livre!

 O funcionamento da nossa redação e a produção de conteúdos dependem do apoio de pessoas que acreditam no nosso trabalho. Boa parte da nossa renda é da arrecadação mensal de   financiamento coletivo e de outras ações com apoiadores. 

 Todo o dinheiro que entra é importante e nos ajuda a manter o pagamento da equipe e dos colaboradores em dia, a financiar os deslocamentos para as coberturas, a adquirir novos   equipamentos e a sonhar com projetos maiores para um trabalho cada vez melhor. 

 O resultado final é um jornalismo preto, livre e de qualidade.

 Acesse aqui nosso Catarse

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece. Se inscreva e receba nossas notícias toda semana.

VÍDEOS

ileaiyeemsalvador.jpg
juventudeeracismo.jpg
boletim39.jpg
ccsp.jpg