POLíTICA / Quinta, 28 Julho 2022 16:41

EUA: Líder da bancada negra se encontra com organizações do movimento negro brasileiro

Reunião com o representante Hank Johnson faz parte de agenda de encontros que organizações do movimento negro, ao lado de outras organizações sociais, vêm fazendo com congressistas nos EUA

Texto: Redação | Imagem: Reprodução

Imagem mostra o líder do Black Caucus, Hank Johnson (ao centro), acompanhado por representantes de organizações do movimento negro brasileiro.
Introdução:

Reunião com o representante Hank Johnson faz parte de agenda de encontros que organizações do movimento negro, ao lado de outras organizações sociais, vêm fazendo com congressistas nos EUA

Autor:

Texto: Redação | Imagem: Reprodução

Nessa quarta (27), organizações do movimento negro brasileiro, como Instituto de Referência Negra Peregum, Instituto Marielle Franco, Geledés - Instituto da Mulher Negra, Coordenação Nacional de Articulação de Quilombos (CONAQ) e Uneafro Brasil, realizaram encontros com congressistas americanos que compõem o Black Caucus, a bancada negra do congresso dos Estados Unidos. Durante o dia, o grupo também teve agendas sobre temas, como racismo ambiental e direito sexual e reprodutivo.

Entre os parlamentares que encontraram as representações do movimento negro está Hank Johnson, o líder do Black Caucus. A quem o grupo fez questão de apresentar o cenário de violência política existente no Brasil, principalmente contra candidaturas e parlamentares negros e negras.

“Frisamos a importância de uma agenda de enfrentamento à violência política no Brasil, principalmente de candidaturas negras, que têm sido alvo de ataques. E também que o combate ao racismo precisa estar na centralidade dos debates sobre democracia”, afirma Sheila de Carvalho, diretora de incidência política do Instituto de Referência Negra Peregum.

Leia mais: "Nós incomodamos": o legado de Marielle para as mulheres negras na política

A instabilidade política da democracia brasileira tem sido tema de todos os encontros, principalmente pelo fato de o presidente da República, Jair Bolsonaro, ter atacado, em diversas oportunidades, o sistema eleitoral e as urnas eletrônicas do país.

Mais cedo, as organizações do movimento negro também se encontraram com Sheila Cherfilus-McCormick, deputada que atua na luta pelo direito sexual e reprodutivo e com Rick Duke, enviado especial adjunto para o clima. Na ocasião, o tema do racismo ambiental e das violências vividas por populações negras em territórios urbanos e rurais.

Além das organizações do movimento negro, representantes de grupos ambientalistas, LGBTQIA+ e de entidades que atuam na defesa dos direitos humanos também participam das reuniões com os congressistas.

Leia também: Francia Márquez debate presença de mulheres negras na política: "Queremos ser muitas"

 Apoie jornalismo preto e livre!

 O funcionamento da nossa redação e a produção de conteúdos dependem do apoio de pessoas que acreditam no nosso trabalho. Boa parte da nossa renda é da arrecadação mensal de   financiamento coletivo e de outras ações com apoiadores. 

 Todo o dinheiro que entra é importante e nos ajuda a manter o pagamento da equipe e dos colaboradores em dia, a financiar os deslocamentos para as coberturas, a adquirir novos   equipamentos e a sonhar com projetos maiores para um trabalho cada vez melhor. 

 O resultado final é um jornalismo preto, livre e de qualidade.

 Acesse aqui e apoie a Alma Preta Jornalismo

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece. Se inscreva e receba nossas notícias toda semana.

VÍDEOS

rashidfala.jpg
insdefesa.jpg
devassashow.jpg
manifestantesmarchamnacn.jpg