POLíTICA / Quarta, 14 Julho 2021 17:14

3º Fórum Mulher Negra e Poder no NE discute estratégias políticas para 2022

Encontro começa nesta quinta-feira (15) e será transmitido on-line; ação reúne debates entre ativistas e parlamentares, que abordarão experiências e novos caminhos para atuação direta na luta por políticas públicas para a comunidade 

Texto: Redação I Edição: Lenne Ferreira I Imagem: Divulgação

Em encontro promovido no Nordeste, mulheres negras planejam estratégias políticas para 2022
Introdução:

Encontro começa nesta quinta-feira (15) e será transmitido on-line; ação reúne debates entre ativistas e parlamentares, que abordarão experiências e novos caminhos para atuação direta na luta por políticas públicas para a comunidade 

Texto: Redação I Edição: Lenne Ferreira I Imagem: Divulgação

Com pouco mais de um ano para as próximas eleições, lideranças negras já articulam estratégias para mais justiça e menos desigualdades na ocupação de espaços de poder. Pensando nisso, o 3º Fórum Mulher Negra e Poder do Nordeste reunirá ativistas mulheres que desejam, em 2022, ver mais mulheres pretas pensando e construindo políticas públicas. O início da programação, com duração de dois dias, está marcado para esta quinta-feira (15). 

Como programação, o evento promoverá rodas de debate sobre experiências, aprendizados e estratégias efetivas para os próximos passos dentro do campo político com objetivo comum de diminuição da disparidade de gênero atendendo interseccionalidades. 

 

O convite oficial, feito nas redes sociais, contou com a participação da Deputada Federal Benedita da Silva (PT/RJ), que falou da importância da participação das mulheres na continuidade da resistência pelos seus direitos.

“Vocês são mulheres guerreiras, que sabem fazer os seus direitos e a diferença, pois, assim como aquelas mulheres negras que no passado lideraram revoltas nos quilombos, ajudaram a preservar a ancestralidade e a cultura do povo negro. Hoje, nós todas continuamos esse legado, fazendo diferentes frentes de luta e resistência. Estamos juntas pela inclusão das mulheres negras nas esferas político-partidárias”, declarou a parlamentar.

Leia também: Ataques contra vereadoras negras são denunciados à Comissão Internacional

Valdecir Nascimento, da Articulação Nacional de Mulheres Negras Brasileiras (AMNB), Ingrid Farias, do Enegrecer a Política e Mônica Oliveira, representando a Coalizão Negra por Direitos abrirão o evento no painel  "Análise de Conjuntura dos desafios e estratégias que deram certo nas eleições 2020". O evento segue com mesa dividida em duas partes. O segundo painel contará com a presença das deputadas Vivi Reis (PSOL-PA), Robeyoncé Lima (PSOL-PE) e Leninha (PT-MG), todas na mesa “Aprendizados das Eleitas”, marcada para às 14h. A mesma temática será abordada pelas vereadoras Elenizia da Mata (PT-GO), Carolina Iara (PSOL-SP) e Benny Briolly (PSOL-Niterói). 

A cantora do Distrito Federal, Talíz, a rapper pernambucana Bione e a artista paraibana Bixarte também integram o evento enquanto representantes da nova cena artivista.  

Totalmente virtual, a ação está com inscrições abertas e podem ser feitas gratuitamente através do link. Horários de cada painel  e mais detalhes podem ser vistos através da página da Oxfam Brasil.

Leia também: Vereador do PSOL faz ataque lesbofóbico na Câmara de Niterói

 Apoie jornalismo preto e livre!

 O funcionamento da nossa redação e a produção de conteúdos dependem do apoio de pessoas que acreditam no nosso trabalho. Boa parte da nossa renda é da arrecadação mensal de   financiamento coletivo e de outras ações com apoiadores. 

 Todo o dinheiro que entra é importante e nos ajuda a manter o pagamento da equipe e dos colaboradores em dia, a financiar os deslocamentos para as coberturas, a adquirir novos   equipamentos e a sonhar com projetos maiores para um trabalho cada vez melhor. 

 O resultado final é um jornalismo preto, livre e de qualidade.

 Acesse aqui nosso Catarse

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece. Se inscreva e receba nossas notícias toda semana.

VÍDEOS