CULTURA / Quinta, 15 Abril 2021 15:42

Negros são maioria dos gamers no Brasil, revela pesquisa

Pesquisa "Game Brasil" de 2021 traz o perfil dos jogadores do ecossistema gamer nacional; quase metade dos que consomem jogos são das classes C, D e E

Texto: Redação | Imagem: Shutterstock

Negros são maioria entre os gamers no Brasil
Introdução:

Pesquisa "Game Brasil" de 2021 traz o perfil dos jogadores do ecossistema gamer nacional; quase metade dos que consomem jogos são das classes C, D e E

Texto: Redação | Imagem: Shutterstock

Num país em que renda e cor estão intimamente interligados, mais da metade dos gamers são pretos ou pardos. Os dados são da pesquisa "Game Brasil" de 2021, um censo do ecossistema gamer nacional, que aponta que 50,3% dos jogadores brasileiros se autodeclaram negros.

Quase metade dos que consomem jogos, 49,7%, são das classes C, D e E. Cerca de um terço dos gamers vem de famílias de renda de até R$ 2.090. Outro terço tem renda familiar de até R$ 4.180.

A mesma pesquisa no ano passado já tinha indicado que o smartphone é a plataforma favorita de todos os gêneros quando o assunto é jogo online, muito em razão do fenômeno dos jogos free to play.

Em 2021, o celular continua sendo a plataforma preferida dos entrevistados pela pesquisa (41,6%), enquanto só 25,8% preferem consoles. A maioria dos que jogam em celulares (60,8%) são das classes C, D e E. Já dos que jogam em console, 59% são das classes A e B.

Confira também:

PerifaCon, comic con das favelas, faz concurso online de cosplay para comunidade negra

Cultura nerd tem potencial para discutir questões raciais, avalia organizadora do Perifacon

O negro em quadrinhos: o super-heroísmo nas HQs americanas

 Apoie jornalismo preto e livre!

 O funcionamento da nossa redação e a produção de conteúdos dependem do apoio de pessoas que acreditam no nosso trabalho. Boa parte da nossa renda é da arrecadação mensal de   financiamento coletivo e de outras ações com apoiadores. 

 Todo o dinheiro que entra é importante e nos ajuda a manter o pagamento da equipe e dos colaboradores em dia, a financiar os deslocamentos para as coberturas, a adquirir novos   equipamentos e a sonhar com projetos maiores para um trabalho cada vez melhor. 

 O resultado final é um jornalismo preto, livre e de qualidade.

 Acesse aqui e apoie a Alma Preta Jornalismo

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece. Se inscreva e receba nossas notícias toda semana.

VÍDEOS

melly.jpg
cafe.jpg
entrevistalazaroramos.jpg
lucaskinte.jpg