CULTURA / Sexta, 12 Novembro 2021 16:15

Em celebração ao Dia Nacional da Umbanda, Lia de Itamaracá e André Moraes lançam "Mar de Fogo"

Neste 15 de novembro, os artistas entoam um ponto para o orixá ‘Exú’, responsável por abrir caminhos e por facilitar a comunicação mundo carnal e espiritual

Texto: Redação I Imagem: Divulgação/José de Holanda

Em celebração ao Dia Nacional da Umbanda, Lia de Itamaracá e André Moraes lançam "Mar de Fogo"
Introdução:

Neste 15 de novembro, os artistas entoam um ponto para o orixá ‘Exú’, responsável por abrir caminhos e por facilitar a comunicação mundo carnal e espiritual

Texto: Redação I Imagem: Divulgação/José de Holanda

"Para chegar aqui, atravessei um mar de fogo. Pisei no fogo, o fogo não me queimou". É com esses versos de um ponto dedicado a Exu que a Rainha da Ciranda, Lia de Itamaracá e o produtor musical André Moraes lançam a faixa “Mar de Fogo”. Em celebração ao Dia Nacional da Umbanda, comemorado todo dia 15 de novembro, os artistas entoam um ponto para o orixá Exú, responsável por abrir caminhos e facilitar a comunicação entre o mundo carnal e espiritual.  

"Essa música representa, pra mim, uma corrente de fé e traz uma parte espiritual maravilhosa, traduzindo uma força total de umbanda, candomblé, como uma ciranda que junta toda matéria espiritual", comenta a cantora, conhecida por levar adiante e com maestria a cultura popular de Pernambuco. Lia complementa afirmando que a canção retrata a potência dos orixás, das religiões de matrizes africanas e é uma forma de resistência sobre os preconceitos levantados à cultura negra. "Junta-se tudo e eu enfrento essa barreira pesada todinha", declara. 

Leia também: Música negra tem o poder de educar sobre o antirracismo e empoderar as pessoas

André comenta que a canção vem de um momento crítico do ponto de vista socioeconômico e político, então o trabalho, para ele, chega como um fôlego; um ponto de força através da música e da religião para quem ouve. “Estamos nesse mar de fogo e nós vamos atravessá-lo. Essa é a principal mensagem da música", comenta o artista. Sobre ritmos, ele garante uma mistura da influência da sua relação com o Heavy Metal e com nuances do grave e da batucada presente na ciranda. 

O caráter agregador da Umbanda, religião homenageada pela faixa também se faz presente no videoclipe, que reúne nomes como dos atores Silvero Pereira, Bruno Garcia, Vanessa Pascalle, da cantora Daúde e do Bloco Ilú Oba de Min. 

“Mar de Fogo” está disponível em todas as plataformas de streaming. O clipe pode ser visto através do canal do YouTube de André Moraes. Confira! 

 Apoie jornalismo preto e livre!

 O funcionamento da nossa redação e a produção de conteúdos dependem do apoio de pessoas que acreditam no nosso trabalho. Boa parte da nossa renda é da arrecadação mensal de   financiamento coletivo e de outras ações com apoiadores. 

 Todo o dinheiro que entra é importante e nos ajuda a manter o pagamento da equipe e dos colaboradores em dia, a financiar os deslocamentos para as coberturas, a adquirir novos   equipamentos e a sonhar com projetos maiores para um trabalho cada vez melhor. 

 O resultado final é um jornalismo preto, livre e de qualidade.

 Acesse aqui e apoie a Alma Preta Jornalismo

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece. Se inscreva e receba nossas notícias toda semana.

VÍDEOS

melly.jpg
cafe.jpg
entrevistalazaroramos.jpg
lucaskinte.jpg