CULTURA / Terça, 20 Julho 2021 09:12

Ganhadeiras de Itapuã recebem homenagem em exposição de museu virtual

Cultura, ancestralidade e tradição marcam a história das Ganhadeiras, que representam o pioneirismo do empoderamento feminino no país

Texto: Redação | Foto: Divulgação/Museu Virtual Casa de Ganho

Introdução:

Cultura, ancestralidade e tradição marcam a história das Ganhadeiras, que representam o pioneirismo do empoderamento feminino no país

Texto: Redação | Foto: Divulgação/Museu Virtual Casa de Ganho

A riqueza da história e tradições das Ganhadeiras de Itapuã são temas de uma exposição virtual que tem como objetivo resgatar e valorizar a cultura vinda do trabalho de ganho, desde o século XIX até os dias atuais. A mostra pode ser conferida por meio do site do Museu Virtual Casa de Ganho.

Com mais de 15 anos de criação, o grupo das Ganhadeiras de Itapuã surgiu para resgatar a história de empoderamento das mulheres negras do bairro de Salvador. Elas ustentavam as famílias por meio do trabalho de "ganho" durante o período colonial quando se reuniam à beira da Lagoa do Abaeté, onde lavavam roupas sob o som de cânticos de samba e histórias ancestrais.

 

No ano passado, a história das Ganhadeiras de Itapuã virou tema de Carnaval da escola de Samba Unidos do Viradouro, que venceu o festejo do Rio de Janeiro.

Por meio do museu, o público fará  uma imersão em marcos importantes na história do bairro de Itapuã a partir de um acervo repleto de registros exclusivos das Ganhadeiras, como as primeiras apresentações e encontros com personalidades memoráveis, como a ialorixá Mãe Stella de Oxóssi, que faleceu em 2018, aos 93 anos.

O Museu Virtual Casa de Ganho também permite que o público conheça a história do Abaeté e das antigas negras de ganho do período colonial que se tornaram o primeiro símbolo representativo do empoderamento feminino no país. .Clique aqui para conferir a exposição.

Leia também: Indumentária das yabás da nação nagô de PE é tema de nova coleção de moda

 Apoie jornalismo preto e livre!

 O funcionamento da nossa redação e a produção de conteúdos dependem do apoio de pessoas que acreditam no nosso trabalho. Boa parte da nossa renda é da arrecadação mensal de   financiamento coletivo e de outras ações com apoiadores. 

 Todo o dinheiro que entra é importante e nos ajuda a manter o pagamento da equipe e dos colaboradores em dia, a financiar os deslocamentos para as coberturas, a adquirir novos   equipamentos e a sonhar com projetos maiores para um trabalho cada vez melhor. 

 O resultado final é um jornalismo preto, livre e de qualidade.

 Acesse aqui nosso Catarse

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece. Se inscreva e receba nossas notícias toda semana.

VÍDEOS