CULTURA / Terça, 27 Abril 2021 17:08

Coletivo realiza mapeamento de escritoras negras e nordestinas

Fundado em 2017, o 'Diálogos Insubmissos' promove ação de levantamento para ressignificar a visibilidade e o incentivo à produção na região; as inscrições para integrar o projeto podem ser feitas até a próxima sexta-feira (30)  

Texto: Redação / Edição: Lenne Ferreira / Imagem: Nappy Stock

Coletivo realiza mapeamento de escritoras negras e nordestinas
Introdução:

Fundado em 2017, o 'Diálogos Insubmissos' promove ação de levantamento para ressignificar a visibilidade e o incentivo à produção na região; as inscrições para integrar o projeto podem ser feitas até a próxima sexta-feira (30)  

Texto: Redação / Edição: Lenne Ferreira / Imagem: Nappy Stock

Uma ação promovida pelo Coletivo Diálogos Insubmissos - uma plataforma voltada à literatura negra de mulheres fundada em 2017 - busca mapear a pluralidade de escritoras negras e nordestinas. Com inscrições abertas até a próxima sexta-feira (30), a iniciativa promete apresentar um panorama sobre a atuação das mulheres no campo da escrita nos nove estados da região, além de visibilizar as condições e dificuldades de uma cena que amarga com poucos investimentos e recursos para viabilizar projetos. 

De acordo com a organização do mapeamento, a representatividade em produções literárias ainda se apresenta como desigual enquanto recorte de raça e região de origem para as mulheres. “Percebe-se em larga escala que em termos de representação e visibilidade às nossas escritoras estão em lugares bem distintos do que os de escritoras de outras regiões do país”, discorre o texto de apresentação da iniciativa.

Leia também: Dez livros de escritoras negras lançados recentemente

Para as mulheres que integram o coletivo Diálogos Insubmissos, a região Nordeste do país é reconhecidamente um berço cultural negro que precisar ser mais valorizado e ter as suas especificidades regionais mais respeitadas e afastadas de estereótipos que foram historicamente criados para deslegitimidar a produção artística e intelectual.

Com a ação, o coletivo acredita que o levantamento de escritoras negras do nordeste é uma oportunidade de criação e fortalecimento de uma rede literária nordestina, através do investimento em políticas de citação, do fortalecimento de relações comerciais e editoriais entre escritoras negras, além de aproximar esta produção do público leitor e incentivar o seu consumo.

Para se inscrever e saber mais sobre, acesse já o link.

 Apoie jornalismo preto e livre!

 O funcionamento da nossa redação e a produção de conteúdos dependem do apoio de pessoas que acreditam no nosso trabalho. Boa parte da nossa renda é da arrecadação mensal de   financiamento coletivo e de outras ações com apoiadores. 

 Todo o dinheiro que entra é importante e nos ajuda a manter o pagamento da equipe e dos colaboradores em dia, a financiar os deslocamentos para as coberturas, a adquirir novos   equipamentos e a sonhar com projetos maiores para um trabalho cada vez melhor. 

 O resultado final é um jornalismo preto, livre e de qualidade.

 Acesse aqui nosso Catarse

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece. Se inscreva e receba nossas notícias toda semana.

VÍDEOS

boletim40.jpg
boogienaipe.jpg
ileaiyeemsalvador.jpg
juventudeeracismo.jpg