CULTURA / Sexta, 03 Dezembro 2021 12:48

'A mulher pode seguir o padrão que quiser', diz Cacau Protásio

Protagonista do filme 'A Sogra Perfeita', em cartaz nos cinemas, fala sobre a construção de sua personagem que representa o empoderamento da mulher periférica

Texto: Juca Guimarães I Edição: Nadine Nascimento I Imagem: Divulgação

atriz cacau protasio está no filme A Sogra Perfeita
Introdução:

Protagonista do filme 'A Sogra Perfeita', em cartaz nos cinemas, fala sobre a construção de sua personagem que representa o empoderamento da mulher periférica

Autor:

Texto: Juca Guimarães I Edição: Nadine Nascimento I Imagem: Divulgação

A comediante Cacau Protásio protagoniza o filme 'A Sogra Perfeita', dirigido pela cineasta Cris D'Amato e em cartaz em diversas cidades do país. O papel foi escrito especialmente para a Cacau, que interpreta Neide, uma mulher negra e dona de um salão de beleza na periferia de São Paulo, famoso pela transformação e empoderamento de mulheres.

“É maravilhoso ser a protagonista e saber que alguém escreveu o papel para você, com amor, e na sua embocadura”, revela a atriz em entrevista exclusiva para a Alma Preta Jornalismo.

O filme é uma grande comédia de costumes e fala sobre o cotidiano de famílias brasileiras que orbitam em torno da figura da mãe, geralmente quem acumula múltiplas tarefas e é responsável pela vida de muitas pessoas. É exatamente por isso que é impossível não se identificar ou não reconhecer pessoas próximas enquanto assiste o filme dirigido por Cris D'Amato. 

A graça da rotina das famílias tem sido um elemento constante nas fórmulas de sucesso dos filmes na retomada do cinema nacional nos últimos anos. O longa 'Minha Mãe é Uma Peça', com o ator Paulo Gustavo, bateu recordes de bilheteria explorando a mesma linguagem do filme 'A Sogra Perfeita'.

Neide está para completar 45 anos e quer mais liberdade, para isso, precisa que o filho Fábio Júnior, já com 27 anos, meio nerd e sem sair da adolescência, perceba que já é hora de sair de casa e viver a própria vida.

“A vida da Neide não foi fácil. Ela passou por muitas dificuldades, mas tinha certeza que iria vencer. A Neide, além de ser uma mulher bonita e empoderada, faz questão de ajudar a outras mulheres, fazendo com que elas acreditem em si mesmas”, explica Cacau, que traça um paralelo entre a postura prática da Neide e a frase da ativista e escritora Angela Davis, quando afirmou que toda a sociedade se move, quando uma mulher negra se move.

Com muito humor e ótimas sacadas, o filme faz críticas ao machismo e exalta o desprendimento e a criatividade da mulher periférica. “Somos lindas, somos maravilhosas e nós podemos. Muitas vezes, a gente deixa os nossos sonhos para servir os outros porque a sociedade impõe isso. Esse momento acabou e a Neide mostra isso”, conta a atriz.

A atriz Cacau Protásio, que fez muito sucesso em papéis cômicos na televisão e no teatro, mas até agora não tinha protagonizado um filme, é também uma empreendedora, ela criou uma marca de roupas plus size, a Ms Cacau.

“Eu espero que as mulheres que vejam o filme percebam a mensagem de que não é preciso estar casada para ser feliz. Ela é liberta, ela não precisa seguir nenhum padrão ou depender de alguém, ela pode seguir o padrão que ela quiser”, completa.

 Apoie jornalismo preto e livre!

 O funcionamento da nossa redação e a produção de conteúdos dependem do apoio de pessoas que acreditam no nosso trabalho. Boa parte da nossa renda é da arrecadação mensal de   financiamento coletivo e de outras ações com apoiadores. 

 Todo o dinheiro que entra é importante e nos ajuda a manter o pagamento da equipe e dos colaboradores em dia, a financiar os deslocamentos para as coberturas, a adquirir novos   equipamentos e a sonhar com projetos maiores para um trabalho cada vez melhor. 

 O resultado final é um jornalismo preto, livre e de qualidade.

 Acesse aqui e apoie a Alma Preta Jornalismo

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece. Se inscreva e receba nossas notícias toda semana.

VÍDEOS

memorialdasbaianas.jpg
izabelasantos02.jpg
racismoambientaltv01.jpg
iluoba.jpg