COTIDIANO / Segunda, 20 Setembro 2021 09:21

"Mulher com a Palavra" segue até outubro com novos episódios

Mulheres na Ciência e Afrofuturismo estão entre os temas que marcam os últimos episódios da temporada no programa com nomes como Carla Akotirene e Sônia Guimarães

Texto: Redação | Foto: Divulgação

Introdução:

Mulheres na Ciência e Afrofuturismo estão entre os temas que marcam os últimos episódios da temporada no programa com nomes como Carla Akotirene e Sônia Guimarães

Texto: Redação | Foto: Divulgação

Com discussões sobre as pautas, vivências e trajetórias de mulheres negras, o projeto Mulher com a Palavra segue até outubro com novos episódios. Apresentado pela jornalista Rita Batista, os novos dois episódios do programa terão como convidadas grandes potências intelectuais e protagonistas do feminismo negro. A quinta edição do projeto é exibida sempre no último domingo de cada mês, às 18h, no canal do YouTube do Projeto e também na TVE.

O próximo encontro, no dia 26 de setembro, terá como tema "Mulheres e Ciência". Para discutir o assunto, o programa vai contar com a presença da mestra e doutoranda em estudos feministas, Carla Akotirene; e da primeira mulher negra brasileira doutora em Física, Sônia Guimarães; que vão abordar as contribuições das mulheres no meio científico nacional e internacional.

Já o último programa, que vai ao ar no dia 31 de outubro, o tema será 'Afrofuturos', onde serão colocadas as perspectivas de artistas sobre o presente com visão no futuro. As convidadas do episódio serão a fundadora da Inventivos, plataforma de aprendizagem para o futuro do trabalho, Monique Evelle; a cantora Margareth Menezes; e a rapper, historiadora, turbanista e escritora Preta Rara.

Confira a programação:

  • Data: 26 de setembro
  • Tema e convidadas: Mulheres e Ciência – Sônia Guimarães e Carla Akotirene
  • Horário: 18h
  • Tema e convidadas: Afrofuturos – Monique Evelle, Margareth Menezes e Preta Rara
  • Data: 31 de outubro
  • Horário: 18h

Exibição: Youtube Projeto Mulher com a Palavra

Canal da TVE (10.01)

Leia também: Canto Baobá oferece tratamento a preços acessíveis para periféricos, negros e pessoas LGBTQIA+

 Apoie jornalismo preto e livre!

 O funcionamento da nossa redação e a produção de conteúdos dependem do apoio de pessoas que acreditam no nosso trabalho. Boa parte da nossa renda é da arrecadação mensal de   financiamento coletivo e de outras ações com apoiadores. 

 Todo o dinheiro que entra é importante e nos ajuda a manter o pagamento da equipe e dos colaboradores em dia, a financiar os deslocamentos para as coberturas, a adquirir novos   equipamentos e a sonhar com projetos maiores para um trabalho cada vez melhor. 

 O resultado final é um jornalismo preto, livre e de qualidade.

 Acesse aqui nosso Catarse

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece. Se inscreva e receba nossas notícias toda semana.

VÍDEOS