COTIDIANO / Sábado, 24 Abril 2021 14:41

Projeto de livro infantil lança campanha de financiamento coletivo


‘Ayo e as formiguinhas’ traz narrativa educativa e resgata senso de pertencimento identitário ao apresentar personagens que se parecem com toda criança negra

Texto: Redação | Imagem: Divulgação

Na imagem, a capa do livro com uma criança de uma criança negra de cabelos crespos sorrindo correndo pelo quintal usando vestido amarelo e sapato laranja. Ao fundo, um cachorro com uma coleira dourada
Introdução:

‘Ayo e as formiguinhas’ traz narrativa educativa e resgata senso de pertencimento identitário ao apresentar personagens que se parecem com toda criança negra

Texto: Redação | Imagem: Divulgação

O projeto de educação afrocentrada Xirê de Quintal lançou uma campanha no site Catarse para arrecadar financiamento coletivo de ‘Ayo e as formiguinhas’, livro infantil ilustrado de 28 páginas focado nos cuidados e na representação de crianças negras.

A obra busca uma via de representação das narrativas e das riquezas culturais africanas que não são produzidas na literatura ocidental, focada na perspectiva do branco e da cultura estrangeira e promove a invisibilidade da negritude.

“Nossas crianças negras, tal como o nosso senso de comunidade, vêm sendo negligenciadas no decorrer da nossa história nessa sociedade ocidental. A narrativa ocidental decidiu quem deve se ver representado nos personagens de desenho, filmes, brinquedos e histórias infantis, e quem deve ser esquecido. Fomos educados pela cultura estrangeira que apaga nossa história e aprendemos a naturalizar o que é apresentado às nossas crianças. “

O livro é escrito por Tamiris, pesquisadora, educadora afrocentrada, graduanda em Pedagogia na USP e desenvolvedora do projeto Xirê de Quintal. A personagem Ayo foi inspirada em sua filha Aisha. O artista brasiliense Oberon Blenner, conhecido como Oberas, é responsável pela ilustração enquanto o designer Igor Furqan cuida do projeto gráfico.

Além do livro impresso, a campanha conta com um pacote de recompensas que variam conforme o valor do apoio. O projeto completo está disponível no Catarse e você pode conferir clicando aqui.

Confira também:

Na Paraíba, primeira mostra de cinema negro mistura arte, luta e ancestralidade

Projeto oferece oficinas de capacitação para mulheres negras e periféricas

 Apoie jornalismo preto e livre!

 O funcionamento da nossa redação e a produção de conteúdos dependem do apoio de pessoas que acreditam no nosso trabalho. Boa parte da nossa renda é da arrecadação mensal de   financiamento coletivo e de outras ações com apoiadores. 

 Todo o dinheiro que entra é importante e nos ajuda a manter o pagamento da equipe e dos colaboradores em dia, a financiar os deslocamentos para as coberturas, a adquirir novos   equipamentos e a sonhar com projetos maiores para um trabalho cada vez melhor. 

 O resultado final é um jornalismo preto, livre e de qualidade.

 Acesse aqui nosso Catarse

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece. Se inscreva e receba nossas notícias toda semana.

VÍDEOS