COTIDIANO / Sexta, 22 Outubro 2021 10:02

Na Bahia, vídeo flagra policiais matando homem rendido

Imagens contestam versão da PM sobre legítima defesa; Caso aconteceu em comunidade Calafate, em Salvador, e foi registrado por moradores 

Texto: Redação | Foto: Reprodução/Vídeo

Introdução:

Imagens contestam versão da PM sobre legítima defesa; Caso aconteceu em comunidade Calafate, em Salvador, e foi registrado por moradores 

Texto: Redação | Foto: Reprodução/Vídeo

Um vídeo gravado por moradores da comunidade do Calafate, em Salvador, mostra o momento em que policiais militares disparam tiros contra um homem que já estava rendido. De acordo com a Polícia Militar, o homem era suspeito de roubar um veículo e teria sacado uma arma durante a abordagem. No entanto, as imagens contestam a versão da PM.

No vídeo, é possível ver o momento em que o carro em que o homem estava fica cercado por policiais, que o retiram do veículo. Ele sai com as mãos para cima e, logo após, é empurrado ao chão e recebe diversos tiros.

Em nota, a PM diz que o suspeito estava em fuga e teria desobedecido uma ordem de parada do carro. O homem, junto com outro comparsa, teria atirado contra os policiais, que revidaram, fazendo com que ele batesse o carro em um poste.

Em seguida, ainda segundo a PM, o homem fez um movimento de saque de arma de fogo e por isso o policial agiu em legítima defesa.

"Ainda de acordo com os policiais militares presentes na ocorrência, um dos indivíduos tentou fugir das guarnições e acabou caindo ao solo alguns metros adiante. O segundo indivíduo tentou fugir saindo pela janela do veículo, quando foi abordado pelos pms. Nesse momento, um grupo armado que se encontrava no morro próximo ao local da ocorrência, passou a efetuar disparos contra os policiais, quando foi necessário dispersar e revidar as agressões", diz a nota.

A polícia também diz que o homem caiu ao solo atirando e que com os suspeitos foram encontrados dois revólveres e dois aparelhos celulares. Os suspeitos foram socorridos para um hospital, mas não resistiram.

A Alma Preta questionou a PM sobre o vídeo que contesta a versão dos policiais, no entanto, obteve retorno com a nota sobre a ocorrência.

Execução semelhante aconteceu em SP

A ocorrência se assemelha a um caso que aconteceu em setembro deste ano na cidade de Ourinhos, em São Paulo. Murilo Junqueira foi morto por dois policiais que alegaram legítima defesa devido a uma troca de tiros. Porém, imagens de uma câmera de segurança flagraram um momento da abordagem em que Murilo com as mãos para cima, sem arma, quando foi baleado por um policial. Diante das imagens, os PMs tiveram a prisão preventiva decretada.

 Apoie jornalismo preto e livre!

 O funcionamento da nossa redação e a produção de conteúdos dependem do apoio de pessoas que acreditam no nosso trabalho. Boa parte da nossa renda é da arrecadação mensal de   financiamento coletivo e de outras ações com apoiadores. 

 Todo o dinheiro que entra é importante e nos ajuda a manter o pagamento da equipe e dos colaboradores em dia, a financiar os deslocamentos para as coberturas, a adquirir novos   equipamentos e a sonhar com projetos maiores para um trabalho cada vez melhor. 

 O resultado final é um jornalismo preto, livre e de qualidade.

 Acesse aqui e apoie a Alma Preta Jornalismo

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece. Se inscreva e receba nossas notícias toda semana.

VÍDEOS

novageracaoskate.jpg
temclimapraisso8.jpg
flagrapmbahia.jpg
anasanches7.jpg