COTIDIANO / Quinta, 09 Dezembro 2021 15:25

Meninos de Belford Roxo morreram após tortura, diz inquérito

Nesta quinta-feira (9), a polícia civil fez uma operação na comunidade do Castelar a fim de encerrar as investigações sobre o assassinato das crianças

Texto: Redação I  Imagem: Reprodução

Meninos de Belford roxo foram torturados antes de mortos
Introdução:

Nesta quinta-feira (9), a polícia civil fez uma operação na comunidade do Castelar a fim de encerrar as investigações sobre o assassinato das crianças

Autor:

Texto: Redação I  Imagem: Reprodução

Os três meninos de Belford Roxo, mortos por um suposto furto de passarinho, passaram por uma sessão de tortoura onde um deles chegou a falecer. Os outros dois, foram executados em decorrência disso. Foi o que constatou a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense. Nesta quinta-feira (9), a polícia civil fez uma operação na comunidade do Castelar, a fim de encerrar o inquérito da morte de Lucas Matheus (8), Fernando Henrique (12) e Alexandre da Silva (10). O crime aconteceu em dezembro do ano passado. 

A ação visava cumprir 56 mandados de prisão. Até essa manhã, eram pelo menos 33 presos: 15 pessoas já estavam cumprindo pena, outras 16 foram detidas nesta quinta, com duas prisões em flagrante. A informação é do Portal G1. 

Em entrevista ao G1, o titular da delegacia, Uriel Alcantara, disse que os garotos foram torturados e espancados e que em algum momento, um deles veio a óbito. "Eles [os traficantes] acharam que a solução daquele caso seria matar os outros dois e chamar alguém para levar os corpos para fora da comunidade”, afirmou o delegado. 

A polícia indiciou cinco pessoas por participação na morte das crianças. "Análises de telefone e quebras de dados de telefone indicaram que houve violência. Um irmão acusa o outro de transportar os corpos das crianças. Há um vínculo entre o condutor do veículo e a pessoa que teria chamado ele, que é a Tia Paula. Esse irmão a conhecia. E nós temos cinco investigados pelo homicídio e um sexto investigado pela ocultação de cadáver", explicou Uriel.

O pássaro supostamente furtado pelos meninos seria do chefe do tráfico de Castelar. Roberto Cardoso, diretor do Departamento-Geral de Homicídios e Proteção à Pessoa comentou que este é um caso difícil de investigar. De acordo com a Polícia Civil, essa seria a mesma facção que incitava outros crimes como tortura e morte de jornalistas, assassinato de jovens por não quererem namorar traficantes, assaltos e roubos. 

Segundo o G1, dois depoimentos foram fundamentais para elucidar o caso. Uma testemunha informou que estava em um bar da comunidade quando uma das gerentes do tráfico, a Tia Paula, pediu para que dirigisse o carro com os corpos dos meninos. O informante levou os cadáveres até um rio próximo à favela, onde foram jogados. 

Em julho, outro homem procurou a polícia e disse que o irmão tinha sido o motorista obrigado a levar os corpos das crianças para o rio de Belford Roxo. Buscas foram feitas no local indicado, mas as ossadas encontradas não eram humanas. Até hoje, nada foi encontrado. Segundo as investigações, Tia Paula e outros membros do tráfico no Castelar acabaram mortos e incinerados a mando da cúpula do Comando Vermelho.

Leia também: ‘Minha família está caindo no esquecimento’, diz parente de menino desaparecido em Belford Roxo

 Apoie jornalismo preto e livre!

 O funcionamento da nossa redação e a produção de conteúdos dependem do apoio de pessoas que acreditam no nosso trabalho. Boa parte da nossa renda é da arrecadação mensal de   financiamento coletivo e de outras ações com apoiadores. 

 Todo o dinheiro que entra é importante e nos ajuda a manter o pagamento da equipe e dos colaboradores em dia, a financiar os deslocamentos para as coberturas, a adquirir novos   equipamentos e a sonhar com projetos maiores para um trabalho cada vez melhor. 

 O resultado final é um jornalismo preto, livre e de qualidade.

 Acesse aqui e apoie a Alma Preta Jornalismo

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece. Se inscreva e receba nossas notícias toda semana.

VÍDEOS

memorialdasbaianas.jpg
izabelasantos02.jpg
racismoambientaltv01.jpg
iluoba.jpg