COTIDIANO / Sexta, 14 Fevereiro 2020 13:23

“Literatura é a minha maneira de não adoecer”, diz Conceição Evaristo na série Leituras Brasileiras

Escritora participou da websérie onde escritores e personalidades compartilham suas trajetórias artística, intelectual e profissional

Texto / Nataly Simões | Edição / Pedro Borges | Imagem / Caio Mazzilli

A escritora Conceição Evaristo fala sobre seus processos criativos no primeiro episódio da temporada de 2020 da websérie “Leituras Brasileiras”, disponibilizada em formato de vídeo no YouTube e de podcast no Spotify.

“Meu material literário está profundamente ligado às experiências da coletividade negra. Abordar na literatura o nosso passado é uma maneira de reivindicar a dignidade no presente e de reafirmar nossa identidade afro-brasileira”, conta Conceição Evaristo.

Aos 73 anos, a autora de obras como “Ponciá Vivêncio” (2003), “Insubmissas Lágrimas de Mulheres” (2011) e “Olhos d’água” (2014) relata ter encontrado na literatura uma forma de manter sua vida emocional saudável.

“O exercício da literatura é a minha maneira de não adoecer. Eu sempre penso nisso e me refiro ao adoecimento emocional. A criação do texto literário é o que me possibilita sair de mim mesma, apresentar minha discordância do mundo e é uma experiência que eu tenho desde bem nova”, compartilha.

A websérie

“Leituras Brasileiras” é uma websérie que se propõe a construir um acervo audiovisual de livre acesso a partir de vídeos de curta duração onde escritores e personalidades compartilham suas trajetórias artística, intelectual e profissional.

Desde 2016 foram filmados 11 episódios, dos quais oito já estão disponíveis. Entre eles, há o com a participação de Silvio Almeida, presidente do Instituto Luiz Gama e professor universitário de instituições como a Fundação Getulio Vargas (FGV).

Produzido pela Panamá Filmes, o projeto é dirigido coletivamente por Caio Mazzilli, Filipe Franco, Rodrigo Pelegrin, Thany Sanches e Vinícius Silva. O lançamento de cada episódio é divulgado nas redes sociais da websérie.

 Apoie jornalismo preto e livre!

 O funcionamento da nossa redação e a produção de conteúdos dependem do apoio de pessoas que acreditam no nosso trabalho. Boa parte da nossa renda é da arrecadação mensal de   financiamento coletivo e de outras ações com apoiadores. 

 Todo o dinheiro que entra é importante e nos ajuda a manter o pagamento da equipe e dos colaboradores em dia, a financiar os deslocamentos para as coberturas, a adquirir novos   equipamentos e a sonhar com projetos maiores para um trabalho cada vez melhor. 

 O resultado final é um jornalismo preto, livre e de qualidade.

 Acesse aqui nosso Catarse

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece. Se inscreva e receba nossas notícias toda semana.

VÍDEOS