COTIDIANO / Segunda, 14 Junho 2021 12:35

Jovem negro é acusado de roubar bicicleta enquanto esperava namorada no Leblon

“Eles não conseguem entender como você está ali sem ter roubado deles, não importa o quanto você prove”, relata Matheus Ribeiro

Texto: Caroline Nunes | Edição: Nadine Nascimento | Imagem: Reprodução/Redes Sociais

A imagem mostra o jovem negro Matheus Ribeiro sentado em sua bicicleta elétrica
Introdução:

“Eles não conseguem entender como você está ali sem ter roubado deles, não importa o quanto você prove”, relata Matheus Ribeiro

Texto: Caroline Nunes | Edição: Nadine Nascimento | Imagem: Reprodução/Redes Sociais

No último Dia dos Namorados (12) um jovem negro foi abordado por um casal de brancos que o acusou de ter roubado a bicicleta elétrica que estava com ele. Matheus Ribeiro aguardava a namorada em frente ao Shopping Leblon, no Rio de Janeiro, quando foi surpreendido pela frase “você pegou essa bicicleta ali agora, não foi? É, sim, essa bicicleta é minha”, disse a jovem branca a Matheus.

No Instagram, o rapaz negro descreveu o fato. Segundo ele, foi necessário mostrar fotos antigas com o item e também a chave do cadeado para que o casal tivesse a comprovação de que a bicicleta elétrica era sua.

 

“Porém, eu só consegui provar que a bicicleta é minha quando - sem a minha autorização - o ‘lindo’ rapaz pegou o cadeado da minha bicicleta e tentou abrir. Eles não conseguem entender como você está ali sem ter roubado deles, não importa o quanto você prove”, relata.

Matheus conta que o rapaz branco se frustrou quando não conseguiu abrir o cadeado com a chave deles, e disse que em momento algum o acusou, apenas “estava perguntando". Indignado, o dono da bicicleta ironiza a situação. “Um preto numa bike elétrica? No Leblon? Ah, só podia ser! ‘Acabei de perder a minha, foi ele’. salienta.

Matheus destaca que esse tipo de atitude é a prova de um comportamento comum dos racistas. Segundo o jovem, por mais que a moça branca não tivesse a menor ideia de quem furtou a bicicleta dela, a primeira coisa que pensou é que algum negro tinha levado.  

“E para você, que é ‘pretin’ igual eu, seja cuidadoso ao andar em lugares assim. Eles [brancos] vão te culpar, para depois verem o que aconteceu”, aconselha o jovem.

Leia também: ‘Carrefour fecha acordo de R$ 115 mi após assassinato em uma de suas unidades’

 Apoie jornalismo preto e livre!

 O funcionamento da nossa redação e a produção de conteúdos dependem do apoio de pessoas que acreditam no nosso trabalho. Boa parte da nossa renda é da arrecadação mensal de   financiamento coletivo e de outras ações com apoiadores. 

 Todo o dinheiro que entra é importante e nos ajuda a manter o pagamento da equipe e dos colaboradores em dia, a financiar os deslocamentos para as coberturas, a adquirir novos   equipamentos e a sonhar com projetos maiores para um trabalho cada vez melhor. 

 O resultado final é um jornalismo preto, livre e de qualidade.

 Acesse aqui nosso Catarse

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece. Se inscreva e receba nossas notícias toda semana.

VÍDEOS