COTIDIANO / Sexta, 13 Mai 2022 12:01

Djonga diz que Instagram diminuiu seu alcance após defender o uso da frase “fogo nos racistas”

Rapper se posicionou sobre reportagem da Alma Preta Jornalismo que revelava punição judicial a post com a frase 

 

Texto: Juca Guimarães I Edição: Nadine Nascimento I Imagem: Divulgação

Djonga foi silenciado pelo Instagram após post antirracista
Introdução:

Rapper se posicionou sobre reportagem da Alma Preta Jornalismo que revelava punição judicial a post com a frase 

 

Autor:

Texto: Juca Guimarães I Edição: Nadine Nascimento I Imagem: Divulgação

O rapper Djonga fez uma série de críticas em uma rede social ao processo de silenciamento que ele diz estar sofrendo. Após fazer comentários e postagens sobre uma reportagem da Alma Preta Jornalismo que revelou um caso de condenação pela justiça do uso da frase “Fogo nos Racistas”, o cantor se sentiu perseguido.

A equipe de Djonga e o próprio rapper notaram que o sistema de busca do Instagram parou de sugerir o perfil oficial do rapper quando se escreve o nome ‘Djonga’. “Os caras estão reduzindo o meu alcance, não estão deixando me achar. Só se escrever Djongador, se escrever só Djonga não acha. Os caras estão me censurando pra falar a real”, escreveu o rapper.

O advogado, Ariel Chacão, afirmou que a equipe do artista constatou que também houve uma queda na média de visualização das postagens. “Outro ponto é que as contas que repostaram as publicações do Djonga também tiveram queda nas visualizações”, explica o advogado Chacão.

A matéria da Alma Preta Jornalismo traz uma decisão judicial em segunda instância que exigia a retirada de um post no Facebook, feito por um enfermeira negra, com uma imagem em que estava escrito a frase “Fogo nos Racistas”.

A enfermeira fez um desabafo sobre uma situação em que sua irmã teria sofrido racismo dentro de uma loja em Mogi Guaçu. O caso foi arquivado pela justiça e a dona da loja processou a enfermeira por danos morais, pediu indenização e a retirada do post.

Após a reportagem ser publicada, o rapper acionou a sua assessoria jurídica para dar apoio à enfermeira com a entrada de um recurso judicial contra a condenação.

A Alma Preta Jornalismo procurou os responsáveis pelo Instagram no Brasil para questionar a redução no alcance das postagens do rapper. Em nota, a rede social afirmou que “não comentamos sobre contas de terceiros”. 

Sem mencionar o caso do Djonga, o texto ainda afirmava que eles possuem uma ferramenta para informar se houve algum tipo de violação das diretrizes da empresa em alguma postagem. Em caso positivo, ainda é possível, segundo a resposta, “apelar das decisões do Instagram e solicitar uma revisão”.

 Apoie jornalismo preto e livre!

 O funcionamento da nossa redação e a produção de conteúdos dependem do apoio de pessoas que acreditam no nosso trabalho. Boa parte da nossa renda é da arrecadação mensal de   financiamento coletivo e de outras ações com apoiadores. 

 Todo o dinheiro que entra é importante e nos ajuda a manter o pagamento da equipe e dos colaboradores em dia, a financiar os deslocamentos para as coberturas, a adquirir novos   equipamentos e a sonhar com projetos maiores para um trabalho cada vez melhor. 

 O resultado final é um jornalismo preto, livre e de qualidade.

 Acesse aqui e apoie a Alma Preta Jornalismo

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece. Se inscreva e receba nossas notícias toda semana.

VÍDEOS

melly.jpg
cafe.jpg
entrevistalazaroramos.jpg
lucaskinte.jpg