COTIDIANO / Sexta, 16 Julho 2021 10:31

Centro Cultural Coco de Umbigada abre seleção para profissionais de tecnologia e audiovisual

Iniciativa integra o LABCOCO - Laboratório de Tecnologia e Inovação Cidadã e tem parceria com a mandata estadual JUNTAS; vagas são destinadas às áreas de roteiro, game design, design gráfico, programação e produção fonográfica 

Texto: Redação I Imagem: Divulgação/Centro Cultural Coco de Umbigada

Em Olinda, Centro Cultural Coco de Umbigada abre seleção para profissionais de tecnologia e audiovisual
Introdução:

Iniciativa integra o LABCOCO - Laboratório de Tecnologia e Inovação Cidadã e tem parceria com a mandata estadual JUNTAS; vagas são destinadas às áreas de roteiro, game design, design gráfico, programação e produção fonográfica 

Texto: Redação I Imagem: Divulgação/Centro Cultural Coco de Umbigada

Novas oportunidades de trabalho e renda são oferecidas pelo Centro Cultural Coco de Umbigada em parceria com a mandata coletiva de deputadas estaduais da JUNTAS. A seleção pública oferece vagas para compor a equipe pedagógica do projeto “Contos de Ifá”, games roteirizados com a mitologia afro-brasileira.

A iniciativa é capitaneada pelo LABCOCO - Laboratório de tecnologia e inovação cidadã do ponto de cultura olindense, que realiza há 11 anos ações de formação e desenvolvimento de jogos digitais para jovens em situação de vulnerabilidade social. O projeto visa, através da área de atuação,  democratizar o acesso à educação e a apropriação das novas tecnologias, assim como o enfrentamento do racismo estrutural.

Ao todo, serão oferecidas vagas para as áreas de roteiro, game design, design gráfico, programação e produção fonográfica. Os selecionados, atuarão na capacitação de jovens em desenvolvimento de jogos e experiências com ferramentas digitais para o mercado do trabalho. Seguindo os protocolos frente à pandemia pela COVID-19, os cursos serão ministrados de forma on-line.

Leia também: ‘Jesus virou moeda de troca para políticos fundamentalistas’, diz mãe Beth de Oxum

“Estamos buscando profissionais engajados na luta antirracista que venham a somar por meio de suas experiências à metodologia desenvolvida no laboratório”, afirma o centro em chamada oficial publicada nas redes sociais. 

Aos interessados, as incrições estão abertas até o próximo dia 30 de julho. Currículo de atuação e portfólio com trabalhos na área deverão ser enviados, em anexo, para o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. Mais detalhes sobre o projeto estão disponíveis através do link

Leia também: Olinda aprova Estatuto de Igualdade Étnico Racial

 Apoie jornalismo preto e livre!

 O funcionamento da nossa redação e a produção de conteúdos dependem do apoio de pessoas que acreditam no nosso trabalho. Boa parte da nossa renda é da arrecadação mensal de   financiamento coletivo e de outras ações com apoiadores. 

 Todo o dinheiro que entra é importante e nos ajuda a manter o pagamento da equipe e dos colaboradores em dia, a financiar os deslocamentos para as coberturas, a adquirir novos   equipamentos e a sonhar com projetos maiores para um trabalho cada vez melhor. 

 O resultado final é um jornalismo preto, livre e de qualidade.

 Acesse aqui e apoie a Alma Preta Jornalismo

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece. Se inscreva e receba nossas notícias toda semana.

VÍDEOS

melly.jpg
cafe.jpg
entrevistalazaroramos.jpg
lucaskinte.jpg