COTIDIANO / Quinta, 09 Dezembro 2021 13:07

Atleta Rebeca Andrade fica em primeiro nas 'Pesquisas do Ano' do Google

A atleta foi destaque nas Olimpíadas de Tóquio e se tornou a primeira ginasta brasileira a ser campeã olímpica e a ganhar duas medalhas em uma mesma edição das Olimpíadas; O canoísta baiano Isaquias Queiroz e a ginasta americana Simone Biles também aparecem no ranking dos mais pesquisados

Texto: Redação | Foto: Divulgação/Miriam Jeske/COB

Introdução:

A atleta foi destaque nas Olimpíadas de Tóquio e se tornou a primeira ginasta brasileira a ser campeã olímpica e a ganhar duas medalhas em uma mesma edição das Olimpíadas; O canoísta baiano Isaquias Queiroz e a ginasta americana Simone Biles também aparecem no ranking dos mais pesquisados

Autor:

Texto: Redação | Foto: Divulgação/Miriam Jeske/COB

Um dos nomes de maior destaque nas Olimpíadas de Tóquio, a ginasta Rebeca Andrade foi a atleta mais pesquisada no Brasil pelo Google em 2021, segundo o levantamento realizado pela plataforma, que faz uma retrospectiva dos assuntos mais buscados no ano. A métrica leva em consideração os termos de pesquisa que tiveram aumento de interesse em comparação com o ano anterior.

Natural de Garulhos, em São Paulo, Rebeca Andrade fez história nos Jogos Olímpicos 2020, disputado neste ano, se tornando a primeira ginasta brasileira a ser campeã olímpica e a primeira atleta do Brasil a ganhar duas medalhas em uma mesma edição das Olimpíadas. A ginasta e o canoísta baiano Isaquias Queiroz, que também foi um dos atletas mais buscado no Google, conquistaram o Prêmio Brasil Olímpico, considerados os melhores atletas do ano pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB).

Leia também: Conheça a trajetória de Rebeca Andrade, primeira ginasta brasileira medalhista olímpica

No ranking dos 10 atletas mais pesquisados em 2021, o canoísta baiano Isaquias Queiroz aparece em segundo lugar, seguido pela ginasta americana Simone Biles, que nas Olimpíadas surpreendeu ao público ao abrir mão da competição para cuidar da saúde mental. A atitude da americana, considerada a maior ginasta do mundo, levantou um debate importante sobre a pressão psicológica e emocional enfrentada pelos atletas nas competições.

isaquias simoneO canoísta brasileiro Isaquias Queiroz e a ginasta americana Simone Biles | Fotos: Divulgação Breno Barros/rededoesporte.gov.br | Laurence Griffiths/Getty Images

Interesse pelas Olimpíadas lidera os acontecimentos marcantes em 2021

A busca pelas Olimpíadas de Tóquio aparece em primeiro lugar nos acontecimentos mais marcantes em 2021, ano em que o Brasil teve a melhor participação da história das Olimpíadas, conquistando um recorde de medalhas, totalizando 21 e superando as 19 medalhas conquistadas nos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016. Nas Olimpíadas de Tóquio, o Brasil ficou na 12ª posição no quadro de medalhas, colocação inédita para o país. Clique aqui e confira a lista completa das pesquisas no Google que marcaram 2021.

 Apoie jornalismo preto e livre!

 O funcionamento da nossa redação e a produção de conteúdos dependem do apoio de pessoas que acreditam no nosso trabalho. Boa parte da nossa renda é da arrecadação mensal de   financiamento coletivo e de outras ações com apoiadores. 

 Todo o dinheiro que entra é importante e nos ajuda a manter o pagamento da equipe e dos colaboradores em dia, a financiar os deslocamentos para as coberturas, a adquirir novos   equipamentos e a sonhar com projetos maiores para um trabalho cada vez melhor. 

 O resultado final é um jornalismo preto, livre e de qualidade.

 Acesse aqui e apoie a Alma Preta Jornalismo

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece. Se inscreva e receba nossas notícias toda semana.

VÍDEOS

melly.jpg
cafe.jpg
entrevistalazaroramos.jpg
lucaskinte.jpg