AGENDA / Quarta, 28 Julho 2021 09:31

Vandal e Mr. Armeng são atrações de festival gratuito

Festival Epa! reúne expressões artísticas da periferia em programação de quatro dias; transmissão acontece no Youtube, Instagram e Zoom

Texto: Redação | Foto: Divulgação

Introdução:

Festival Epa! reúne expressões artísticas da periferia em programação de quatro dias; transmissão acontece no Youtube, Instagram e Zoom

Texto: Redação | Foto: Divulgação

Os rappers baianos Vandal de Verdade e Mr. Armeng são atrações confirmadas do Encontro Periférico de Artes, o EPA!, festival que reúne expressões artísticas negras e da periferia da Bahia, São Paulo, Minas Gerais e Paraná. Em sua quarta edição, o evento começa nesta quarta-feira (28) e segue até o domingo (1), com transmissão ao vivo pelo Youtube, Instagram e Zoom.

O festival promove uma série de espetáculos, rodas de conversa e oficinas gratuitas que devem debater temas sobre ancestralidade e manifestações populares, sobretudo na área da dança. Para além dos rappers, a programação também conta com nomes como Ilê Aiyê (o primeiro bloco afro do Brasil) e grupos periféricos, como o Balé Tome Love (BLT), do bairro Sete de Abril, em Salvador.

Na abertura da programação, às 12h desta quarta (28), o festival conta com a palestra 'O Futuro é uma atitude', com o rapper Vandal de Verdade. Em seguida, às 15h, será transmitido um show da cantora baiana Irma Ferreira. Já às 15h15, a ExperimentandoNUS Cia de Dança apresenta o espetáculo 'Di-Quebrada'. Na quinta (29), é a vez do show do bloco Ilê Aiyê, às 15h. Para fechar a programação, no domingo (1), acontece uma batalha de pagode baiano. Todas as transmissões do festival serão reprisadas sempre às 20h.

Confira abaixo a programação completa:

Quarta (28)

12h | Abertura Oficial | Palestra O FUTURO É UMA ATITUDE com Vandal (BA) | Local: YouTube EPA e Instagram @epa.ba

15h | Show com Irma Ferreira (BA) | Local: YouTube EPA

15h15 | Espetáculo de Dança “Di-Quebrada”, ExperimentandoNUS Cia de Dança (BA) | Local: YouTube EPA

20h | Reprise da programação | Local: YouTube EPA

Quinta (29)

09h | Oficina Experimento negras utopias: construindo danças e escritas poéticas (in) possíveis, com Bruno Novais e Eduardo Guimarães (SP) | Local: Plataforma Zoom

10h | Poesia, com o grupo E² (E ao Quadrado) | Local: Instagram @epa.ba

15h | Show | Ilê Aiyê (BA) | Local: YouTube EPA

15h15 | Show Projeto Samba & Poesia | Fabrícia de Jesus (BA) | Local: YouTube EPA

15h25 | Quadrilha Junina Germe da Era (BA) | Local: YouTube EPA

20h | Reprise da programação | Local: YouTube EPA

Sexta (30)

9h | Espetáculo de Malabares, Jéssica Borges (BA) | Local: Instagram @epa.ba

10h | Oficina de textos poéticos "quem são meus mais velhos?", com Ana Fátima (BA) | Local: Plataforma Zoom

10h30 | Poesia com Negro Roh (BA) | Local: Instagram @epa.ba

15h | ARÊ, Entre contos Iorubás, com Nildes Sena (BA) | Local: YouTube EPA

15h15 | Relações Invisíveis, com Jocélia Freire e Alisson George (BA) | Local: YouTube EPA

15h30 | Balé Tome Love - BTL (BA) | Local: YouTube EPA

15h45 | Não quero Boca Torta, com Dayana Brito (MG) | Local: YouTube EPA

19h | Palestra É SOBRE NÓS!, com Bia Ferreira (MG) | Local: YouTube EPA

Sábado (31)

9h | Poesia com Maiara Silva (BA) | Local: Instagram @epa.ba

9h | Oficina de Colagem, com Del Nunes (BA) | Local: Plataforma Zoom

10h | Oficina de Stencil, com Ramses Stencil (BA) | Local: Plataforma Zoom

11h | Oficina Aí meu quadril, com Raina Santos (BA) | Local: Plataforma Zoom

15h | Poesia na Varanda, com Pareta (BA) | Local: Instagram @epa.ba

19h | Show com Mr. Armeng (BA) | Local: YouTube EPA

Domingo (1)

12h | Feijoada da Bri Delivery (BA) | Local: Instagram @epa.ba

15h | Batalha de Pagode Baiano | Local: YouTube EPA

Leia também: Ancestralidade e protagonismo da mulher preta são tema de encontro nacional de dança

 Apoie jornalismo preto e livre!

 O funcionamento da nossa redação e a produção de conteúdos dependem do apoio de pessoas que acreditam no nosso trabalho. Boa parte da nossa renda é da arrecadação mensal de   financiamento coletivo e de outras ações com apoiadores. 

 Todo o dinheiro que entra é importante e nos ajuda a manter o pagamento da equipe e dos colaboradores em dia, a financiar os deslocamentos para as coberturas, a adquirir novos   equipamentos e a sonhar com projetos maiores para um trabalho cada vez melhor. 

 O resultado final é um jornalismo preto, livre e de qualidade.

 Acesse aqui e apoie a Alma Preta Jornalismo

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece. Se inscreva e receba nossas notícias toda semana.

VÍDEOS

camisa69anos.jpg
resindencialcambridge.jpg
rapamazonia.jpg
casoborbagato.jpg