AGENDA / Terça, 02 Março 2021 10:44

Festival de sambas inéditos será online com prêmio para 60 autores

Apresentações do 2º Festival Nosso Botequim serão transmitidas de 20 de março a 17 de abril; prêmio é de R$ 250 por samba selecionado e o vencedor leva mais R$ 3 mil

Texto: Juca Guimarães I Edição: Nataly Simões I Imagem: Divulgação 1º Festival Nosso Botequim

sambas
Introdução:

Apresentações do 2º Festival Nosso Botequim serão transmitidas de 20 de março a 17 de abril; prêmio é de R$ 250 por samba selecionado e o vencedor leva mais R$ 3 mil

Texto: Juca Guimarães I Edição: Nataly Simões I Imagem: Divulgação 1º Festival Nosso Botequim

As inscrições do 2º Festival Nosso Botequim de sambas inéditos estão abertas até o dia 9 de março  a partir de um formulário disponível na página do evento no Instagram. Serão selecionados 60 sambas e cada compositor escolhido receberá R$ 250. Não podem ser inscritas canções que já foram gravadas em discos, coletâneas ou divulgadas em alguma plataforma de streaming. A seleção vai levar em conta a conexão entre tema, letra e melodia.

Qualquer samba que tenha algum conteúdo que fere os Direitos Humanos será automaticamente invalidado e banido do festival. As apresentações dos sambas acontecerão nos finais de semana entre os dias 20 de março e 17 de abril, ao vivo, direto do Boteco da Dona Tati, na Barra Funda, Zona Oeste de São Paulo, mas sem a presença de público por conta dos protocolos de segurança contra a Covid-19. A transmissão será feita pelos canais do festival no YouTube e no Facebook.

Serão escolhidos dez sambas inéditos por dia. Três deles serão selecionados pelo júri e um pela escolha popular. Haverá uma semifinal no final de semana dos dias 10 e 11 de abril, com os 24 sambas aprovados na primeira fase. Nessa semifinal, passam oito sambas inéditos escolhidos pelo júri e dois escolhidos pela audiência.

No dia 17 de abril, vai acontecer a grande final com os dez sambas melhor avaliados. O primeiro colocado leva R$ 3 mil, o segundo ganha R$ 2 mil e o terceiro fica com R$ 1 mil. O público também vai escolher o melhor intérprete para receber um prêmio de R$ 1 mil.

Nos dias de apresentação, os músicos, intérpretes, compositores e jurados terão que seguir todos os protocolos de segurança e distanciamento social. Também estão proibidos os acompanhantes ou torcida para os sambas.

O nome Festival Nosso Botequim é uma homenagem ao Festival Botequim do Camisa, uma referência à escola de samba Camisa Verde e Branco e aos festivais de sambas que aconteciam nas quadras das escolas nos anos 70 e 80. A primeira edição do Festival Nosso Botequim aconteceu em 2019, durante três dias, no Boteco da Dona Tati e reuniu sambistas, compositores e compositoras de todas as regiões da cidade. O vencedor foi o Nivaldo Claudinho com o samba "Madrugada fim de noite", o segundo lugar foi do Aloysio Letra com "Rua da Glória" e a terceira colocada foi a Carol Nascimento, com o samba "Canta".

O festival foi idealizado pela cantora Lua Cristina, que também é compositora e pesquisadora do samba autoral em São Paulo, e por Thiago Martins Guimarães, qpesquisador e produtor cultural responsável pelo Boteco da Dona Tati, um tradicional espaço de resistência e valorização de grupos, projetos e artistas do samba paulistano.

 Apoie jornalismo preto e livre!

 O funcionamento da nossa redação e a produção de conteúdos dependem do apoio de pessoas que acreditam no nosso trabalho. Boa parte da nossa renda é da arrecadação mensal de   financiamento coletivo e de outras ações com apoiadores. 

 Todo o dinheiro que entra é importante e nos ajuda a manter o pagamento da equipe e dos colaboradores em dia, a financiar os deslocamentos para as coberturas, a adquirir novos   equipamentos e a sonhar com projetos maiores para um trabalho cada vez melhor. 

 O resultado final é um jornalismo preto, livre e de qualidade.

 Acesse aqui e apoie a Alma Preta Jornalismo

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece. Se inscreva e receba nossas notícias toda semana.

VÍDEOS

melly.jpg
cafe.jpg
entrevistalazaroramos.jpg
lucaskinte.jpg