AGENDA / Terça, 27 Julho 2021 12:50

Projeto 'Para Elas' oferece formação para empreendedoras negras

Inscrições estão abertas até 5 de agosto e curso terá duração de três meses; empreendedoras vão receber uma bolsa de R$135

Texto: Redação I Imagem: Reprodução

projeto Para Elas vai ajudar empreendedoras negras do RJ
Introdução:

Inscrições estão abertas até 5 de agosto e curso terá duração de três meses; empreendedoras vão receber uma bolsa de R$135

Texto: Redação I Imagem: Reprodução

A Artemis, empresa de projetos na área da economia criativa, e a Pan-Africa Vision, plataforma de ativismo econômico, criaram o projeto ‘Para Elas’, com foco em mentorias para empreendedoras negras da cidade do Rio de Janeiro. São 63 vagas para a formação que será online e gratuita.

A seleção do programa é feita em duas etapas. Primeiro, serão escolhidas três monitoras, com experiência em organização de projetos e empreendedorismo, para serem uma ponte e auxiliar as alunas. Elas receberão uma bolsa de R$600 por três meses. Para se candidatar a essas vagas, é necessário se inscrever até 1º de agosto. 

Na segunda etapa, serão escolhidas 60 empreendedoras, que receberam bolsas de R$ 135 por dois meses. Para se inscrever no programa, as candidatas devem ter, no mínimo, 21 anos de idade, ser empreendedora formal ou informal, no ramo da economia criativa, nas áreas de moda, artesanato, comunicação, gastronomia, tecnologia, expressões culturais, entre outras.

A prioridade é para as empreendedoras mães solo e de baixa renda, que já tenham uma empresa, independentemente do tamanho.

Entre as 60 empreendedoras escolhidas, 30 serão mentoradas por funcionários das empresas LinkedIn e Unisys. A mentoria tem o objetivo de auxiliar no desenvolvimento de estratégias de negócios através de profissionais com experiência em diferentes áreas. Nessa categoria, as inscrições acontecem até o dia 5 de agosto.

As aulas vão começar no dia 24 de agosto. O conteúdo do curso inclui aulas sobre formalização de negócios, gestão de projetos, mobilização de recursos, comunicação e reposicionamento de mercado.

"Para nós, essa reparação econômica representa uma forma de compensação em relação à discriminação sofrida no passado e que ainda sofremos. A ideia é que consigamos evitar que o passado se reproduza interminavelmente, agora no presente, e se projete para o futuro. Os dados referentes às mulheres negras no contexto socioeconômico são aterrorizantes. A vulnerabilidade ao desemprego é maior, taxa de desemprego, vítimas de feminicídio e tantas violências", diz Priscilla Cadette, COO da Pan-African Vision e CEO da Artemis.

O Projeto de mentoria 'Para Elas' é uma realização da Artemis, com o patrocínio da Prefeitura do Rio, através da Lei do ISS (imposto sobre serviços), da Secretaria Municipal de Cultura.

 Apoie jornalismo preto e livre!

 O funcionamento da nossa redação e a produção de conteúdos dependem do apoio de pessoas que acreditam no nosso trabalho. Boa parte da nossa renda é da arrecadação mensal de   financiamento coletivo e de outras ações com apoiadores. 

 Todo o dinheiro que entra é importante e nos ajuda a manter o pagamento da equipe e dos colaboradores em dia, a financiar os deslocamentos para as coberturas, a adquirir novos   equipamentos e a sonhar com projetos maiores para um trabalho cada vez melhor. 

 O resultado final é um jornalismo preto, livre e de qualidade.

 Acesse aqui e apoie a Alma Preta Jornalismo

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece. Se inscreva e receba nossas notícias toda semana.

VÍDEOS

novageracaoskate.jpg
temclimapraisso8.jpg
flagrapmbahia.jpg
anasanches7.jpg