AGENDA / Quinta, 20 Mai 2021 11:57

Curso apresenta introdução à produção teórica africana

As aulas vão propor discussões sobre nativismo x instrumentalismo, conhecimento endógeno x exógeno e capitalismo racial a partir dos processos de construção das ciências sociais africanas

Texto: Redação | Imagem: Reprodução

Imagem mostra os intelectuais Felwine Sarr e Achille Mbembe. Ambos são homens negros e vestem uma camisa social na cor azul claro e branca, respectivamente.
Introdução:

As aulas vão propor discussões sobre nativismo x instrumentalismo, conhecimento endógeno x exógeno e capitalismo racial a partir dos processos de construção das ciências sociais africanas

Texto: Redação | Imagem: Reprodução

O Centro de Pesquisa e Formação do Sesc abre no dia 27 de maio, às 14h, as inscrições para o curso “Pensamento social africano: intelectuais e movimentos políticos”, que acontece de 9 a 30 de junho, das 16h às 18h, online.

O objetivo do curso é apresentar determinados debates constituídos no interior dos movimentos político-teóricos em contextos africanos, que se desenvolveram no período pós-colonial. Segundo o centro de pesquisa e formação, esses movimentos tinham como intenção pensar política e intelectualidade a partir do lugar dos africanos e do continente na modernidade.

“A questão central deste debate poderia ser expressa sob os termos: voltamos ao que éramos antes da colonização ou nos encaixamos no sistema-mundo moderno? E como será esta adaptação no sistema-mundo?”, diz comunicado sobre o curso.

As aulas vão propor uma introdução ao debate a partir da discussão sobre nativismo x instrumentalismo, conhecimento endógeno x exógeno e capitalismo racial a partir dos processos de construção das ciências sociais africanas. Para tanto, toma como eixo central os debates sobre alteridade, essencialismo e poder nos constructos de produção de conhecimento. Estas discussões trazem para a reflexão os limites e desafios colocados às ciências sociais africanas pela produção intelectual ocidental.

“O curso é um convite à reflexão sobre as produções de conhecimento africanas que se colocam de forma crítica à produção teórica hegemônica, criando profundos debates, distinções e aproximações entre estas produções”, acrescenta o comunicado.

As aulas serão ministradas por Ana Carolina de Oliveira Costa, mestre e doutoranda em Antropologia Social pela UNB. Entre os pensadores abordados estão Achille Mbembe, Felwine Sarr, Cedric Robinson e Archie Mafeje.

Serviço:

Inscrições a partir do dia 27 de maio, às 14h, no site sescsp.org.br/cpf. As vagas são limitadas. O investimento é de R$ 15 a R$ 50.

 Apoie jornalismo preto e livre!

 O funcionamento da nossa redação e a produção de conteúdos dependem do apoio de pessoas que acreditam no nosso trabalho. Boa parte da nossa renda é da arrecadação mensal de   financiamento coletivo e de outras ações com apoiadores. 

 Todo o dinheiro que entra é importante e nos ajuda a manter o pagamento da equipe e dos colaboradores em dia, a financiar os deslocamentos para as coberturas, a adquirir novos   equipamentos e a sonhar com projetos maiores para um trabalho cada vez melhor. 

 O resultado final é um jornalismo preto, livre e de qualidade.

 Acesse aqui nosso Catarse

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece. Se inscreva e receba nossas notícias toda semana.

VÍDEOS

juventudeeracismo.jpg
boletim39.jpg
ccsp.jpg
umanobetofreitas.jpg