AGENDA / Terça, 13 Abril 2021 15:30

Canções autorais de Teresa Cristina são interpretadas em espetáculo ‘Cristinas Cantam Teresa’

Projeto das artistas Elen, Lilith e Thaís quer ressaltar a importância de valorizar artistas em vida; interpretação das músicas é transmitida no YouTube

Texto: Redação | Imagem: Lucas Silvestre

Canções autorais de Teresa Cristina são interpretadas em espetáculo ‘Cristinas Cantam Teresa’
Introdução:

Projeto das artistas Elen, Lilith e Thaís quer ressaltar a importância de valorizar artistas em vida; interpretação das músicas é transmitida no YouTube

Texto: Redação | Imagem: Lucas Silvestre

Elen Cristina. Lilith Cristina. Thaís Cristina. Em comum, não apenas o segundo nome registrado ao nascer, mas também a sensibilidade, o sorriso e a coragem para encarar a vida. Essas características também podem ser encontradas na cantora Teresa Cristina, que mostrou aos brasileiros o respiro que a música pode proporcionar em qualquer período da vida. A artista é homenageada por elas no projeto “Cristinas Cantam Teresa”, um espetáculo cênico musical, que vai ao ar entre 13 e 18 de abril, às 20h, no YouTube.

Seguidas por bate-papo com as Cristinas, as apresentações trazem temas sensíveis e plurais de importância para o movimento musical negro e feminino, que nasceu da seguinte reflexão: “como podemos nos tornar referências de nós mesmas?”.

Teresa Cristina, que é conhecida por seus fãs como TT, dedicou seus últimos álbuns a homenagear grandes nomes da música popular brasileira, e mostrou cotidianamente, durante as madrugadas da quarentena, a beleza do extraordinário e a emoção com um encontro por ela inesperado.

A interpretação tem como proposta agigantar a existência de uma mulher preta de luta, que mostrou como é simples ter dimensões maiores que o normal, além de celebrar e homenagear esta artista em vida.

“Cristinas fez com que eu me reconectasse com São Paulo, minha cidade natal, me fez enxergar beleza onde não imaginei que houvesse, fez com que eu mergulhasse intensamente em Teresa, mulher forte que rege o primeiro trabalho de Cristinas”, conta Elen Cristina.

A importância em celebrar artistas em vida se dá pela tentativa em desconstruir a maneira habitual em nos acostumarmos a homenagear personalidades mortas, até porque, muitas delas só foram reconhecidas como gigantes depois da morte.

“A gente descobre a cada etapa do processo formas diferentes de encarar o fazer artístico, e vem daí a importância de ter como referência a artista Teresa Cristina”, considera Thais Cristina.

Cristinas

Elen Cristina é emoção, se deixa atravessar e atravessa quem se permitir. A artista que canta e toca pandeiro em rodas de samba desde 2018 se divide também, na arte de descobrir os fenômenos terrestres como estudante de geografia na Universidade Federal de Santa Catarina. Na poesia faz morada, acolhe, chora, sente. Movida pela fé na festa, é estrela de si mesma, escrevendo todos os dias sua trajetória, seja com suas escritas para o “Hora Poética” – canal do YouTube e IGTV, seja como integrante do coletivo “Geografia Paralela” – que busca produzir manifestações artísticas em espaços públicos.

Já Lilith Cristina é atriz, performer e artista da palavra. Estudante das artes na SP Escola de Teatro, tem um caminho artístico multidisciplinar que atravessa o teatro, a escrita e o audiovisual. A artista que é rio, além de inundar, transbordar e atravessar qualquer fresta, faz parte do grupo Coletiva Ocupação. Seu desejo é existir criativamente, inventando o novo, com as extremidades do seu corpo. Não quer mais hackear espaços para existir, quer caminhar se apoiando nos sonhos dos seus ancestrais.

Thaís Cristina já foi dobradora de roupas, animadora de festa infantil, operadora de telemarketing, assistente de direção teatral, editora de vídeos de casamento, boleira e vendedora de maquiagem. É produtora de intelectualidade do caos e faz uso sempre que pode dá petulância de jovem, desde 2018 se dedica ao cenário cultural como produtora de artes cênicas e em 2020 começou a desbravar o mundo do audiovisual. Toda a sua jornada acadêmica e profissional é pautada no empoderamento de mulheres em cargos de liderança, por isso se especializou em comunicação social.

Serviço:

Quando: 13 a 18 de abril, às 20h

Onde: Transmissão no YouTube.

 Apoie jornalismo preto e livre!

 O funcionamento da nossa redação e a produção de conteúdos dependem do apoio de pessoas que acreditam no nosso trabalho. Boa parte da nossa renda é da arrecadação mensal de   financiamento coletivo e de outras ações com apoiadores. 

 Todo o dinheiro que entra é importante e nos ajuda a manter o pagamento da equipe e dos colaboradores em dia, a financiar os deslocamentos para as coberturas, a adquirir novos   equipamentos e a sonhar com projetos maiores para um trabalho cada vez melhor. 

 O resultado final é um jornalismo preto, livre e de qualidade.

 Acesse aqui nosso Catarse

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece. Se inscreva e receba nossas notícias toda semana.

VÍDEOS

juventudeeracismo.jpg
boletim39.jpg
ccsp.jpg
umanobetofreitas.jpg