AGENDA / Domingo, 27 Fevereiro 2022 16:04

Atrizes negras protagonizam série em combate à violência doméstica

Série audiovisual estreia em março, no mês da mulher e luta contra violência doméstica e feminicídio

Texto: Redação | Imagem: Juarez Andaluz/Divulgação

Imagem de divulgação. Na foto, as cinco atrizes negras da série lado a lado se abraçando e sentadas em um sofá.
Introdução:

Série audiovisual estreia em março, no mês da mulher e luta contra violência doméstica e feminicídio

Texto: Redação | Imagem: Juarez Andaluz/Divulgação

Série audiovisual SOBEJO: PROCESSO INDEFERIDO estreia em março, no mês da mulher, a cada episódio uma atriz diferente interpretará a personagem Georgina Serrat, baseada em narrativas e fatos reais, de mulheres negras vítimas de diversas formas de violência doméstica. A série com cinco episódios parte das violências tipificadas na Lei Maria da Penha (11340/2006), para alertar que além da física, existem violações silenciosas e que causam prejuízos permanentes nas vítimas. Partindo do ambiente doméstico, espaço onde a força da masculinidade tóxica emudece mulheres todos os dias através do feminicídio. SOBEJO: processo indeferido é mais um desdobramento, que pelo segundo ano consecutivo mobiliza ações de educação, conscientização e luta contra todos os tipos de violência.

Para Eddy Veríssimo e Juliana Monique também idealizadoras do projeto "buscamos, através da artivismo criar é um espaço de representatividade negra, pois cada atriz imprime sua identidade, para dar vida a personagem Georgina, e tem o intuito de informar e educar sobre os tipos de violência que a mulher sofre diariamente de uma ou várias formas como a doméstica patrimonial, sexual, psicológica, moral e física", afirma.

A série conta com um elenco majoritariamente negro, formado por Eddy Veríssimo, Juliana Monique, Indaiá Oliveira, Tais Grecco, Denise Correia, Cláudio Nyack, Israel Barreto e Luiz Buranga que elaborou o roteiro, num cuidadoso trabalho de concepção e produção. As atrizes ainda participarão de um webinário sobre “O processo criativo e o papel da arte na denúncia das mazelas crônicas da sociedade''.

Além da série, as ações do projeto contam com uma live com especialista em combate a violência contra mulher e feminicídio, um webnário com as atrizes e a exibição do espetáculo acontecerão no Canal SOBEJO, no Youtube, vale ressaltar que os episódios ficarão disponíveis por 15 dias.

Esse projeto foi contemplado pelo Prêmio Riachão – Projetos de Pequeno Porte, da Fundação Gregório de Mattos, Prefeitura Municipal de Salvador, por meio da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc, destinado pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

Serviço
O quê? SOBEJO: PROCESSO INDEFERIDO
Quando? 08/03/2022
Que horas? 19:00
Onde? Canal do Youtube Sobejo
Mais Informações? Clique aqui

Leia também: Exposição sobre o artista e intelectual Abdias Nascimento ocupa MASP

 Apoie jornalismo preto e livre!

 O funcionamento da nossa redação e a produção de conteúdos dependem do apoio de pessoas que acreditam no nosso trabalho. Boa parte da nossa renda é da arrecadação mensal de   financiamento coletivo e de outras ações com apoiadores. 

 Todo o dinheiro que entra é importante e nos ajuda a manter o pagamento da equipe e dos colaboradores em dia, a financiar os deslocamentos para as coberturas, a adquirir novos   equipamentos e a sonhar com projetos maiores para um trabalho cada vez melhor. 

 O resultado final é um jornalismo preto, livre e de qualidade.

 Acesse aqui e apoie a Alma Preta Jornalismo

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece. Se inscreva e receba nossas notícias toda semana.

VÍDEOS

novageracaoskate.jpg
temclimapraisso8.jpg
flagrapmbahia.jpg
anasanches7.jpg