ÁFRICA & DIáSPORA / Quarta, 14 Abril 2021 10:19

Gerentes brancos cobram Juros mais altos para clientes negros nos EUA

De acordo com artigo de uma revista acadêmica, um gerente branco de um banco cobra juros de 3% a 5% maiores para clientes negros, asiáticos e hispânicos mesmo que eles tenham o mesmo perfil socioeconômico e financeiro de um cliente branco

Texto: Redação | Edição: Lenne Ferreira | Imagem: Nappy

Introdução:

De acordo com artigo de uma revista acadêmica, um gerente branco de um banco cobra juros de 3% a 5% maiores para clientes negros, asiáticos e hispânicos mesmo que eles tenham o mesmo perfil socioeconômico e financeiro de um cliente branco

Texto: Redação | Edição: Lenne Ferreira | Imagem: Nappy

Em artigo intitulado “O Mutuário e a Corrida de Corretores Afeta o Custo do Crédito Hipotecário?”, os pesquisadores Brent Ambrose, James Conklin e Luis Lopez mostraram que aos juros para empréstimos imobiliários são maiores para clientes negros dos Estados Unidos. O texto foi publicado em fevereiro na revista acadêmica The Review of Financial Studies – da Oxford University Press. De acordo com o material, um gerente branco de um banco cobra juros de 3% a 5% maiores de clientes negros, asiáticos e hispânicos mesmo que eles tenham o mesmo perfil socioeconômico e financeiro de um cliente branco.

O estudo traz dados inéditos e analisou 300 mil negociações apontando que o principal fator que determina o aumento das taxas de juros é o racismo. A pesquisa também investigou as diferenças nas taxas de juros cobradas por gerentes não-brancos. Para fazer as comparações, os pesquisadores usaram o método chamado ‘efeito fixo’, que permite comparar os empréstimos realizados pelo mesmo gerente.

“Testamos as disparidades de preços em contratos de hipotecas usando um novo conjunto de dados que nos permite observar a raça e etnia de ambas as partes do empréstimo. Descobrimos que as minorias pagam entre 3% e 5% a mais em taxas do que os brancos igualmente qualificados ao obter um empréstimo através do mesmo corretor branco”, explicaram os pesquisadores.

Os dados colhidos demonstram que gerentes hispânicos também cobram juros maiores de clientes hispânicos se comparados aos de clientes brancos. Já os gerentes negros parecem não cobrar taxas de juros diferentes para clientes de grupos raciais diferentes. Gerentes asiáticos parecem favorecer clientes asiáticos.

“De maneira crítica, descobrimos que o prêmio pago pelas minorias depende da raça do corretor. Também examinamos as recentes mudanças de política em torno das regras de remuneração do corretor que podem não apenas reduzir essas disparidades de preços, mas também limitar o acesso ao crédito para minorias”, discorre os pesquisadores na introdução do artigo, que pode ser acessado aqui

 Apoie jornalismo preto e livre!

 O funcionamento da nossa redação e a produção de conteúdos dependem do apoio de pessoas que acreditam no nosso trabalho. Boa parte da nossa renda é da arrecadação mensal de   financiamento coletivo e de outras ações com apoiadores. 

 Todo o dinheiro que entra é importante e nos ajuda a manter o pagamento da equipe e dos colaboradores em dia, a financiar os deslocamentos para as coberturas, a adquirir novos   equipamentos e a sonhar com projetos maiores para um trabalho cada vez melhor. 

 O resultado final é um jornalismo preto, livre e de qualidade.

 Acesse aqui nosso Catarse

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece. Se inscreva e receba nossas notícias toda semana.

VÍDEOS

juventudeeracismo.jpg
boletim39.jpg
ccsp.jpg
umanobetofreitas.jpg