fbpx

Texto: Portal Áfricas / Edição de Imagem: Pedro Borges


Nesta segunda-feira (2), estreia nas ondas da internet a Rádio Áfricas, que te conecta com o melhor da Black Music e suas vertentes como soul, samba, hip hop, reggae e muito mais.

A Rádio Áfricas é uma mídia alternativa que integra a Agência Áfricas, que por sua vez, abrange além da Rádio Áfricas, o site de notícias Portal Áfricas. Foi criada com o objetivo de dar voz a diversidade brasileira e fortalecer o respeito pela cultura negra.
Com uma tradição de mais de 8 anos no mercado o Grupo Áfricas tem se esforçado em romper com a barreira da grande mídia oferecendo informações diferenciadas para os nossos leitores. O projeto desde seu início tem como meta agregar as principais plataformas de mídias e agora estamos lançando a terceira etapa. Iniciamos com um Portal de notícias (2008), criamos a agencia de notícias (2015) e agora Rádio Áfricas (2016).


A Rádio Áfricas permitirá transmitir eventos como shows, fóruns, seminários e congressos ao vivo. Facilitando a maior participação da população negra em atividades de seu interesse.

Iniciamos as atividades da rádio com mais de 6.000 músicas (Nacionais e Internacionais), 10 programas semanais e  24 horas no ar.

Para este lançamento teremos os seguintes programas:

Black in Love; Billboard; Papo de Bamba; Clube Vip; Jamaica Paulista; Hip Hop; Classic Mix; Giro pelas Rodas; Cultne e Academia do Samba.

E ainda estamos finalizando outras parcerias. Também estamos abertos a novas propostas.

Acesse awww.radioafricas.com.br ou baixe nossos aplicativos grátis:

- Google Play – Android

- App  IOS

- APP Store

Ouça a Rádios Áfricas ao vivo, em qualquer lugar que você for.

Rádio Áfricas – Ligada em você!

Texto: Pedro Borges / Edição de Imagem/Vídeo/Roteiro: Vinicius de Almeida

O rapper Rapadura conversou com o Alma Preta durante a Semana do Hip Hop de Bauru, em 2015. Na entrevista, Rapadura falou sobre a influencia do repente na construção da sua música, sobre o rap nacional e o racismo na sociedade brasileira.

O rapper de 31 anos é natural de Fortaleza, Ceará. Rapadura é hoje um dos principais nomes do rap nacional. O seu principal sucesso, "Norte Nordeste me Veste" tem mais de 1 milhão de visualizações no youtube.

Veja mais:

{youtube}https://www.youtube.com/watch?v=kjh9ZdOSaIo&feature=youtu.be{/youtube}

Texto: Pedro Borges / Edição de Imagem: Pedro Borges

A primeira edição da Ocupação Preta aconteceu no dia 27 de Fevereiro, também em Itajubá-MG

Entre os dias 30 de Abril e 1 de Maio, em Itajubá-MG, acontece a segunda edição da Ocupação Preta. O evento, organizado por Gabriel Hilair, estudante e colunista da Revista Fórum, tem o objetivo de reunir pretas e pretos de diferentes estados do Brasil para fortalecer os laços entre a comunidade negra e pensar em uma atuação conjunta contra o racismo.

Para Gabriel, “a segunda Ocupação Preta, tal qual a primeira, objetiva pensar numa irmandade entre pessoas negras, pensar numa fraternidade que deve ultrapassar qualquer diferença entre nós, pois a ancestralidade que nos constitui e nos move e a experiência com o racismo deve nos fazer, acima de tudo, olhar para cada preto como um irmão”.
ocupacao_preta_avatar_op3

A Ocupação Preta começa no dia 30 e se estende até 1 de Maio. Entre as atividades propostas, estão apresentações de Rap, Funk, MPB, exibição de vídeos e rodas de conversa sobre jornalismo independente, empoderamento e o enegrecer dos espaços.

Gabriel Hilair destaca a importância de promover debates e eventos como este para além dos principais centros urbanos. “O singular da Ocupação Preta é ir para além dos grandes "centros" que são as capitais. Através desse evento, poderemos ver que o empoderamento negro e a ocupação dos espaços deve ir além das grandes cidades”.

O principal mote da atividade será a discussão acerca do empoderamento individual e coletivo da população negra. Gabriel explica que o conceito se refere ao processo em que o sujeito e o grupo passam de consciência do poder que possuem. “Empoderar-se é reconhecer-se enquanto sujeito social, político, autor da sua própria história e capaz de lutar por direitos que não são só seus, mas também de um grupo. Empoderamento é singular e é plural. Singular no sentido de que é um processo individual e pode ocorrer pelas mais diferentes motivações e plural porque por meio do empoderamento aprendemos que a luta é coletiva, em prol das irmãs e dos irmãos”.

O evento contará com a cobertura do Alma Preta.

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Contato

E-mail
jornalismoalmapreta(@)gmail.com