Unindo o rap com a cultura pop, os artistas tomam a capa das HQs no “Rap em Quadrinhos”

Texto / Beatriz Mazzei
Imagem / Reprodução

Força, coragem, inteligência e determinação são características dignas de super-heróis, mas também estão presentes em muitas letras de rap no discurso da luta diária dos brasileiros da periferia. Essas semelhanças entre os heróis das HQ’s e os cantores de rap ajudaram a dar base para o “Rap em Quadrinhos”, projeto desenvolvido pelo youtuber LØAD e o ilustrador Wagner Loud.

Como uma forma de criar um diálogo entre o rap brasileiro e a cultura pop, no “Rap em Quadrinhos”, grandes nomes do rap nacional são ilustrados como super-heróis.

O projeto nasceu da união das ideias da dupla: Load tem um canal no youtube no youtube onde publica vídeos sobre o universo das HQs e do rap nacional, e Wagner é um ilustrador e designer que já havia feio um trabalho sobre punk rock em quadrinhos.

“Trocamos ideias e vimos que dava para fazer ilustrações com a temática do rap, aí começamos a trabalhar!” conta Load.

Representatividade importa

De acordo com os idealizadores, a representatividade gerada por essas ilustrações é um dos pontos mais importantes, devido à falta de super-heróis negros e pela associação do rap com algo positivo.

“Esse projeto é importante por duas coisas: mostrar pra uma galera nova a importância do rap e tirar aquela imagem de coisa de ''bandido'', e como muitos artistas são negros e negras, a molecada tem alguém para se ver”, conta Load, e Wagner acrescenta: “Se esse projeto ajudar pelo menos um menino negro a se sentir representado, eu já tô feliz”.

Com sete ilustrações já publicadas nas redes sociais. Wagner e Load desenvolveram as criações combinando a personalidade dos rappers com os pontos fortes dos super-heróis.

“Com esse projeto, pessoas que não conhecem as HQs buscaram conhecer para entender a ligação que fizemos, outras, que não conheciam alguns dos artistas, passaram a procurar pelas músicas e outros trabalhos. Estamos quebrando alguns preconceitos”, diz Load.

Confira as criações:

Karol ConkaKarol Conka como Vixe (Imagem: Instagram – Loud)
Mano BrownMano Brown como Pantera Negra (Imagem: Instagram – Loud)
Negra lNegra Li como Tempestade (Imagem: Instagram - Loud)
emicidaEmicida como Homem Aranha (Imagem: Instagram - Loud)
SabotageSabotage como Dr. Manhattan (Imagem: Instagram - Loud)
drik barbosaDrik Barbosa como Homem de Ferro (Imagem: Instagram - Loud)
Black AlienBlack Alien como Doutor Estranho (Imagem: Instagram - Loud)

KAMAU

Kamau como A fera (Imagem: Instagram – Loud)

Próximos passos

Sobre a continuidade do projeto, a dupla conta que já estão pensando nos novos nomes que serão representados. A intenção é fazer exposições em diversos pontos de São Paulo, com palestras e bate-papo com os visitantes.

Nesse processo de criação e organização, eles também estão entrando em contato com os homenageados para divulgar o trabalho e pensar em possíveis parcerias.

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Contato

E-mail
contato(@)almapreta.com

Mais Lidos