Criando Criadores disponibiliza 40 vagas gratuitas; projeto tem atuação na Zona Leste da capital paulista

Texto / Redação
Imagem / Divulgação / Criando Criadores

Interessados em aprender detalhes sobre produção cultural têm até dia 31 (terça-feira) para se inscreverem no curso sobre o tema.

Organizada pela Criando Criadores, projeto desenvolvido dentro do programa ArcelorMittal Forma e Transforma, a segunda edição da iniciativa disponibiliza 40 vagas para moradores de regiões periféricas de São Paulo e acontecerá em Ermelino Matarazzo.

Os participantes poderão, entre outros aspectos, desenvolver atividades de mapeamento e cartografia social, planejamento e produção de eventos culturais, e empreendedorismo coletivo.

“Este é um dos projetos selecionados pelo programa ArcelorMittal Forma e Transforma, que tem como objetivo principal promover o desenvolvimento local por meio da arte e da cultura. O programa está presente em mais de vinte comunidades dos estados de São Paulo e de Minas Gerais”, relata Eduardo Diniz, diretor da unidade da ArcelorMittal situada no Jardim Keralux, em Ermelino Matarazzo.

A empresa patrocina o projeto por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura e conta com parceria feita com a consultoria Cingulado, voltada ao investimento social, e com o Movimento Cultural Ermelino Matarazzo para desenvolvê-lo.

O curso

A segunda edição do Criando Criadores acontecerá entre 11 de agosto e 15 de setembro, aos fins de semana, na sede do Movimento Cultural Ermelino Matarazzo.

O foco da atividade é torná-los aptos para a poderem realizar as tarefas necessárias para ser possível realizar a produção e a curadoria de projetos e eventos culturais, assim como promover trocas de experiências com talentos e articuladores culturais das periferias da capital paulista.

“Para viabilizar a construção de um processo de aprendizado prático e produtivo, os alunos serão divididos em grupos de trabalho para produção da Mostra Cultural. Além dos conteúdos adquiridos nas oficinas para nortear a produção do evento, eles terão o apoio de monitores, para auxiliar e tirar dúvidas durante esse processo que é bem mão na massa”, explica Aluízio Marino, um dos educadores do curso.

De acordo com Marino, a metodologia aplicada no Criando Criadores ajuda a tornar o processo de produção mais colaborativo, diversificado, criativo, resistente e consciente, além de mostrar particularidades relativas à organização de projetos e eventos culturais em regiões periféricas.

“Por isso, é preciso aprender a trabalhar junto e em grupo. O empreendedorismo em que cada um tem seu negócio e todos lutam pelo mesmo espaço, e no qual a regra é competir, não está ajudando quem atua nesses territórios vulneráveis a se fortalecer como redes de convivência, produção e inovação. Precisamos buscar novas visões e modelos, e para isso, não bastam livros: precisamos experimentar e pular direto a teoria para irmos à prática”, completa o educador.

Como participar?

Interessados poderão se inscrever até 31 de julho por meio do preenchimento de formulário ou das redes sociais do projeto.

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Onde Estamos

Endereços e Contatos
Rua Tonelero 201, ap 102. CEP: 05056-000
Vila Ipojuca, São Paulo
contato(@)almapreta.com

Mais Lidos