Prêmio recebe críticas constantes pela falta de diversidade; Em toda história da premiação, apenas 2% das estatuetas foram para negros ou negras

Texto / Simone Freire | Imagem / Reprodução

Mais uma vez, a probabilidade de uma estatueta dourada do Oscar, um dos maiores prêmios do cinema mundial, ser dedicado a um ou a uma profissional negra entre as principais categorias da premiação é quase nula. A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos Estados Unidos (EUA), anunciou os indicados nesta segunda-feira (13).

Na categoria de Melhor Direção, uma das mais prestigiadas, por exemplo, o Oscar nunca teve um vencedor negro. E não será desta vez! Concorrem ao prêmio Martin Scorsese, por O Irlandês; Todd Phillips, por Coringa; Sam Mendes, por 1917; Quentin Tarantino, por Era uma vez em...Hollywood e Bong Joon Ho, por Parasita.

Em toda série das 92 edições, apenas seis profissionais foram indicados à categoria, entre eles, Spike Lee, por Infiltrado na Klan, na edição do ano passado. Mas o prêmio da edição passada foi para o mexicano Alfonso Cuarón, por seu trabalho em Roma. Spike Lee acabou levando a estatueta vencendo na categoria Roteiro Adaptado.

Lee é um dos principais críticos da Academia e impulsionou, em 2016, um boicote ao Oscar que recebeu diversos adeptos. O motivo foi, justamente, a falta de diversidade, ou seja, indicações negras à premiação. Um ano antes da ação do diretor a campanha #OscarSoWhite (Oscar tão branco, em tradução livre) também buscava denunciar a ausência de profissionais negros concorrendo entre as principais categorias.

Aqueles 2%

Segundo levantamento feito pelo portal Adoro Cinema, a desigualdade racial no Oscar é grande. Profissionais negros levaram apenas 44 estatuetas ao longo de toda história da premiação, o que representa menos de 2% dos troféus entregues.

A edição de 2019 foi uma das mais promissoras no combate à desigualdade racial da premiação batendo o recorde de maior número de prêmios para profissionais negros em toda a sua história.

Foram sete estatuetas ao todo: Regina King (atriz coadjuvante por "Se a rua Beale falasse"), Mahershala Ali (ator coadjuvante por "Green Book: O Guia"), Kevin Willmott (roteiro adaptado por "Infiltrado na Klan”), Peter Ramsey (animação por "Homem-Aranha no Aranhaverso") e a premiação de Spike Lee.

Principais categorias

Entre as indicadas à categoria de Melhor Atriz neste ano estão Renée Zellweger, por Judy: Muito Além do Arco-Íris; Scarlett Johansson, por História de um Casamento; Charlize Theron, por O Escândalo; Saoirse Ronan, por Adoráveis Mulheres e a britânica Cynthia Erivo, por Harriet, única negra na categoria. Até então, apenas a atriz Halle Berry, em 2002, ganhou a competição por sua atuação em A Última Ceia.

Entre os ganhadores de Melhor Ator há mais estatuetas entregues entre os homens negros. No entanto, há 12 anos eles não ganham a competição. Entre os ganhadores estão os consagrados Sidney Poitier, por Uma Voz nas Sombras (1964); Denzel Washington, por Dia de Treinamento (2002); Jamie Foxx, por Ray (2005) e Forest Whitaker, por O Último Rei da Escócia (2007).

#Oscar2020 well done oscars pic.twitter.com/Mvn6Qck6vC

Neste ano concorrem Joaquin Phoenix, por Coringa; Leonardo DiCaprio, por Era Uma Vez em... Hollywood; Adam Driver, por História de um Casamento; Antonio Banderas, por Dor e Glória e Jonathan Pryce, por Dois Papas. Nenhum deles são negros.

Zero negros entre os coadjuvantes

As categorias em que atores e atrizes negras mais ganharam Oscars são Melhor Atriz Coadjuvante e Melhor Ator Coadjuvante. Na primeira, já ganham a competição Hattie McDaniel, por ...E o Vento Levou (1940); Whoopi Goldberg, por Ghost (1991); Jennifer Hudson, por Dreamgirls (2007); Mo'Nique, por Preciosa: Uma História de Esperança (2010); Octavia Spencer, por Histórias Cruzadas (2012); Lupita Nyong'o, por 12 Anos de Escravidão (2014); Viola Davis, por Um Limite Entre Nós (2017) e Regina King, por Se a Rua Beale Falasse (2019).

A edição de 2020 não tem nenhum atriz negra na competição. Neste ano concorrem as atrizes Laura Dern, por História de um Casamento; Kathy Bates, por O Caso Richard Jewell; Florence Pugh, por Adoráveis Mulheres; Scarlett Johansson, por Jojo Rabbit; Margot Robbie, por O Escândalo.

Entre os atores coadjuvantes já levaram o prêmio Louis Gossett Jr., por A Força do Destino (1983); Denzel Washington, por Tempo de Glória (1990); Cuba Gooding Jr., por Jerry Maguire - A Grande Virada (1997); Morgan Freeman, por Menina de Ouro (2005); Mahershala Ali, por Moonlight (2017) e Mahershala Ali, por Green Book: O Guia (2019).

Neste ano concorrem na categoria os atores Brad Pitt, por Era Uma Vez em... Hollywood; Joe Pesci, por O Irlandês; Al Pacino, por O Irlandês; Tom Hanks, por Um Lindo Dia na Vizinhança e Anthony Hopkins, por Dois Papas. Novamente, nenhum negro na competição da categoria este ano.

Maior categoria

A maior categoria da Premiação do Oscar a de Melhor Filme será concorrida. Estão no páreo os filmes Ford vs Ferrari, O Irlandês, Jojo Rabbit, Coringa, Adoráveis Mulheres, História de um Casamento, 1917, Era uma vez em... Hollywood e Parasita. A cerimônia será realizada no próximo dia 9 de fevereiro.

bannerhorizontal

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Contato

E-mail
jornalismoalmapreta(@)gmail.com

Mais Lidos