fbpx
 

Assassinato da ex-vereadora e de seu motorista mobiliza luta por direitos e por democracia em todo país

Texto: Juca Guimarães | Edição: Simone Freire | Imagem: Jorge Ferreira

No sábado, dia 14, completa dois anos do assassinato da ex-vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes. Ambos foram mortos em uma emboscada no centro do Rio de Janeiro. Dois anos depois, sem que os mandantes e os envolvidos tenham sido identificados, a data se fortalece como um marco na luta por Justiça.

Em uma chamada pública, Anielle Franco, irmã e Marielle e diretora executiva do instituto que leva o nome da ex-vereadora, declarou a importância de levar as ações para várias regiões do país. “Precisamos mostrar que nesse tempo todo a nossa indignação e a nossa vontade de agir só cresceram, e que eles não vão nos vencer pelo cansaço”, escreveu.

Na mesma linha, Regina Lucia Santos, fundadora e liderança do Movimento Negro Unificado (MNU), fortaleceu a importância do legado de Marielle que “construía uma carreira política em defesa dos negros, pobres, periféricos e também contra a violência do Estado”.

“Os atos do 14 de março são em defesa da democracia. A morte dela foi uma demonstração de força dos grupos que estavam caminhando nos subterrâneos do país para se encastelar no poder, como a gente vê hoje”, disse.

Confira a agenda do 14M:

Sudeste
RJ, Rio de Janeiro, dia 14, das 7h às 9h – Amanhecer na Praça Mauá
RJ, Rio de Janeiro, dia 14, das 9h às 11h, no largo São Francisco da Penha, Ato Ecumênico
RJ, Rio de Janeiro, dia 14, das 14h às 16h, aula pública no Largo de São Francisco da Prainha
RJ, Rio de Janeiro, dia 14, das 16h às 17h, ato Político do Largo de São Francisco da Prainha até a Praça Mauá
RJ, Rio de Janeiro, dia 14, das 17h às 22h, festival na Praça Mauá
SP, São Paulo, dia 14, a partir das 17h, Praça do Ciclista
SP, São Paulo, dia 14, a partir das 14h30, fórum Marielle Vive, Nós também! Que segurança que queremos”, na paróquia Santos Martírios, no Jardim ngela, rua Luis Baldinato, 9
SP, Sorocaba, dia 13, às 19h, Debate na Câmara Municipal de Sorocaba
SP, Campinas, dia 14, às 9h, em frente à Catedral
SP, Santos, dia 14, às 10h, Praça das Bandeiras
SP, Osasco, dia 14, às 10h, Calçadão da Antônio Agu
MG, Belo Horizonte, dia 14, a partir das 9h, na Praça da Estação

Norte
AM, Manaus, dia 14, às 18h, no Largo São Sebastião
AP, Macapá, dia 14, às 17h, na Praça Floriano Peixoto
PA, Belém, dia 14, às 16h, na Praça Benedito Monteiro no Guamá
PA, Altamira, dia 14, às16h na Praça da Paz
PA, Castanhal, dia 14, às 17h, na Praça da Estrela
PA, Santarém, dia 14, às 8h, no Parque da Cidade

Centro-Oeste
DF, Brasília, dia 14, às 10h, na Praça Marielle Franco, na Estação Galeria SCS

Nordeste
PE, Recife, dia 13, às 16h, na Tribunal de Justiça
PB, João Pessoa, dia 14, às 16h, na Praça da Paz
BA, Salvador, dia 14, às 9h, Cristo da Barra

Sul
RS, Porto Alegre, dia 14, às 11h, na Esquina Democrática
SC, Joinville, dia 14, às10h, com um cine-debate na Universidade de Joinville

 O povo preto quer narrar suas histórias

Vivemos em um mundo de disputa. Nossa sociedade tem profundas marcas das desigualdades que foram desenhadas ao longo da história. Na atualidade parece que há espaço para debate, a tão falada representatividade está sobre a mesa.
Mas o povo preto quer mais. Queremos narrar nossas próprias histórias. Queremos ter direito de fala não somente quando essa é concedida. Somos múltiplos, somos muitos e plurais. A ótica de ser preto no Brasil se revela como um espectro, tamanha a diversidade dos povos ancestrais que nos originaram, e a variedade de experiências que podemos ter e ser. Pertencer. O que nos conecta é pele.

Apoie o Alma Preta e nos ajude a continuar contando todas essas histórias.

Vamos fazer jornalismo na raça!

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Contato

E-mail
jornalismoalmapreta(@)gmail.com