O debate e a sessão de autógrafos com o autor Rodrigo Portela Gomes acontece na Faculdade de Direito, nesta quarta-feira

Texto | Redação / Imagem | Antônio Silva/Agência Pará

Nesta quarta-feira, 26, acontece o lançamento de “Constitucionalismo e Quilombos: famílias negras no enfrentamento ao racismo de Estado”, livro de autoria do professor Rodrigo Portela Gomes. O evento será no Auditório da Faculdade de Direito da Universidade de Brasília (FD/UnB), às 19h.

A obra de Gomes apresenta, por meio de um estudo de caso, as dinâmicas raciais do conflito com comunidades quilombolas no Piauí e as estratégias de famílias negras para enfrentar o racismo de Estado.

A partir da trajetória dessas comunidades, reposiciona o quilombo como movimento constitucional e retira das mãos brancas o domínio sobre a história de luta por direitos no Brasil, pois, o apagamento da disputa constitucional pelos quilombos, impacta, no presente, na afirmação ou negação de seus direitos.

De acordo com Menelick de Carvalho Netto, professor associado da FD/UnB, o livro “torna visíveis e revela inaceitáveis as exclusões vividas pelas comunidades quilombolas no Piauí. A obra renova um olhar sobre o passado, mas também sinaliza a luta pela construção de novas possibilidades de futuro”, afirma.

Para o autor, materializar sua pesquisa de mestrado em livro é uma forma de ampliar o alcance do debate. “Com a obra, percebemos no quilombo uma experiência do presente. A existência quilombola é um contínuo histórico que, no passado e no presente, tem agenciado estratégias de manutenção dos seus modos de viver, fazer e criar, enfim, estão (re) existindo”, analisa. “Outro ponto é o fato de os quilombolas terem constantemente suas vidas ameaçadas. São inúmeras situações de violações de direitos ao longo do conflito narradas no texto”, comenta o autor.

Depois de Brasília, “Constitucionalismo e Quilombos: famílias negras no enfrentamento ao racismo de Estado” será lançado em Teresina (PI), em 12 de julho.

“Não é apenas uma história de dor e violência. É uma narrativa de famílias negras que por meio dos vínculos constituídos com o seu território e por laços familiares estão enfrentando o racismo do estado brasileiro”, finaliza..

Serviço
Lançamento do livro “Constitucionalismo e Quilombos: famílias negras no enfrentamento ao racismo de Estado”
Dia 26 de junho, às 19h, no Auditório da Faculdade de Direito da Universidade de Brasília (Campus Darcy Ribeiro).
Entrada franca.| Classificação indicativa livre.

O livro também está disponível para compra neste link. 

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Contato

E-mail
jornalismoalmapreta(@)gmail.com

Mais Lidos