Atividade acontece dia 2 de julho, no centro da cidade, com show do Samba de Roda da Nega Duda

Texto / Simone Freire | Imagem / Thaís Mallon / Divulgação

A Marcha das Mulheres Negras de São Paulo lança, no dia 2 de julho, o calendário do #JulhodasPretas, uma série de atividades organizadas por conta do dia 25 de julho, Dia Internacional da Mulher Afro Latino Americana e Caribenha. A atividade, que é gratuita, acontece no quilombo urbano Aparelha Luzia com show do Samba de Roda da Nega Duda.

No evento a organização da Marcha pretende ouvir mulheres negras de luta e compartilhar o que estão pensando para a tradicional manifestação que acontece no dia 25, em que dezenas de mulheres ocupam as ruas da cidade.

“Para nós, mulheres negras, é uma data de luta! Nós unimos as nossas irmãs indígenas e afro indígenas e vamos às ruas denunciar o patriarcado, o racismo e as opressões que vivenciamos, assim como anunciar um porvir longe do capitalismo e de todas as violências estruturais”, diz o texto de convite da atividade.

Internacional

O Dia Internacional da Mulher Afro Latino Americana e Caribenha é um marco internacional de luta e resistência das mulheres negras contra a opressão de gênero e raça.

A data surgiu em 1992, durante o 1º Encontro de Mulheres Afro-latino-americanas e Afro-caribenhas, realizado em Santo Domingo, na República Dominicana. No Brasil, uma lei de 2014 tornou a data o Dia Nacional de Teresa de Benguela e da Mulher Negra. Teresa foi uma líder quilombola no século XVIII, do Vale do Guaporé, em Mato Grosso, que defendeu por anos o território quilombola das incursões dos europeus.

O #JulhodasPretas é uma ação coletiva. Atividades podem ser incluídas no calendário por meio do preenchimento do formulário: http://bit.ly/CalendarioSP_JulhodasPretas2019

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Contato

E-mail
jornalismoalmapreta(@)gmail.com

Mais Lidos