fbpx

Maior evento gratuito de conexão entre profissionais negros debate novos caminhos para superar a desigualdade racial

Texto / Nataly Simões | Edição / Pedro Borges | Imagem / Reprodução

A quarta edição do Fórum Sim à Igualdade Racial acontece no dia 8 de agosto, no Memorial da América Latina, na cidade de São Paulo.

Temas como racismo algorítmico, educação financeira, narrativas antirracistas no audiovisual e posicionamento de empresas serão discutidos em palestras que vão reunir nomes como o comediante Yuri Marçal, Konrad Dantas (KondZilla) e Camila Farani (Shark Tank Brasil).

Uma novidade da edição de 2019 é que as empresas participantes vão oferecer vagas de emprego para os profissionais que estiverem por lá.

De acordo com Luana Génot, fundadora e diretora executiva do Instituto Identidades do Brasil (ID_BR), o evento busca novos caminhos para superar a desigualdade racial no mercado de trabalho.

“Investir em igualdade racial é mais do que uma tendência, além de ser respaldado por lei, é lucrativo para os negócios e tem sido parte de estratégia de crescimento e inovação para muitas empresas”, conta.

A participação requer inscrição no site oficial do evento até o dia 1º de agosto, quinta-feira. Depois da inscrição, os selecionados serão notificados e suas credenciais liberadas até o dia seguinte.

Cada participante ganhará um kit lanche e o evento terá um espaço dedicado para crianças de 4 a 10 anos, organizado pela editora Piraporiando com conteúdos voltados para cultura e história afro-brasileira e africana.

 O povo preto quer narrar suas histórias

Vivemos em um mundo de disputa. Nossa sociedade tem profundas marcas das desigualdades que foram desenhadas ao longo da história. Na atualidade parece que há espaço para debate, a tão falada representatividade está sobre a mesa.
Mas o povo preto quer mais. Queremos narrar nossas próprias histórias. Queremos ter direito de fala não somente quando essa é concedida. Somos múltiplos, somos muitos e plurais. A ótica de ser preto no Brasil se revela como um espectro, tamanha a diversidade dos povos ancestrais que nos originaram, e a variedade de experiências que podemos ter e ser. Pertencer. O que nos conecta é pele.

Apoie o Alma Preta e nos ajude a continuar contando todas essas histórias.

Vamos fazer jornalismo na raça!

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Contato

E-mail
jornalismoalmapreta(@)gmail.com