Site Influência negra listou alguns canais, sites e páginas que falam dos mais diversos assuntos

Texto / Influência Negra
Imagem / Tati Sacramento e Tia Má / Reprodução Youtube

Em pleno 2019 é praticamente impossível não associarmos a internet como parte quase que fundamental da nossa comunicação diária. Quem não assiste vídeos no YouTube? E quem não acompanha e acaba se inspirando em personalidades famosas no Instagram, não é mesmo?

Mas quantos desses canais que curtimos têm pessoas negras a frente? Qual é a cor predominante no feed do Instagram ou nas outras redes sociais que seguimos? O número de canais, sites e páginas comandados por negros que falam dos mais diversos assuntos é enorme e é de extrema importância que nós, enquanto comunidade ativa no universo online, estejamos presentes não somente para dar apoio aos nossos, mas também para termos a certeza de que estamos sendo representados e ocupando todos os espaços que temos direito.

Ainda não sabe quem acompanhar? Problema resolvido! Fizemos aqui uma lista com 15 canais que valem a pena clicar e compartilhar com os amigos.

A Família Quilombo é um canal, como o nome já sugere, composto por uma família: Adriana, Jones e os pequenos Akins e Dandara. Aqui os temas são lifestyle, educação e a vida cotidiana dessa família linda.

AD Junior produz um conteúdo de valor histórico que nos aproxima das nossas origens e explica temas sensíveis como racismo, meritocracia, dívida histórica e o lugar do negro na sociedade de maneira didática.

 O canal de Cleyton Santanna, jornalista, trata de temas relacionados à sua profissão mas também tem abordagens sobre masculinidade tóxica, autoestima, atualidades e vlogs.

Tia MáTia Má, jornalista e comediante, usa o humor para falar de um assunto delicado: relacionamentos. Seus vídeos curtinhos fazem o espectador entender muita coisa e rir da situação ao mesmo tempo

 

Robson Rodriguez, do canal (Feeling Hack), é um entusiasta sobre terapias alternativas e fala sobre o processo diário de autocuidado e como devemos reservar um tempo para nós mesmos em meios às dificuldades do dia a dia, refletindo sobre autoestima, meditação e expansão de consciência.

Luci Gonçalves tem um canal bastante eclético: ela fala de beleza, sobre a vida na periferia, tem um quadro sobre comidas e fala também sobre sexualidade, sempre de maneira muito descontraída.

Um Abadá Pra Cada Dia, de Patrícia Rammos, é um canal sobre literatura e resenhas, autoestima e as reflexões de uma vida no exterior, já que Patrícia vive nos EUA.

Papo de Quinta é um canal sobre o mundo da música e que fala sobre o tema de maneira bastante informal, trazendo reviews de clipes, premiações e shows.

 Ana Claudino, do canal Sapatão Amiga, traz para a redes narrativas lésbicas, representatividade, política e suas experiências como mulher negra e sapatão.

Soul Vaidosa é o canal de Xan Ravelli e fala sobre dicas de beleza do corpo e da alma, como descreve a autora, além de maternidade, estética, feminismo negro e rotina em família.

Gerson Saldanha é internacionalista, youtuber, cantor e compositor. Seu canal trata de diversos assuntos com destaque para temas de viagem e música.

O Tela Preta TV fala de entretenimento, poder e novas narrativas, tudo isso contando por jovens negros dos mais diversos campos do audiovisual e pensando como uma televisão que atenda demandas de quem precisa de representatividade.

 Shane Vidal, músico e youtuber, busca utilizar uma linguagem simples pra falar de música e temas relevantes para a população como masculinidades e autoaceitação.

E se alguém usasse uma pizza para explicar feminismo? A Neggata é cientista social e fala de assuntos polêmicos envolvendo raça e gênero, mas também fala sobre estética e autoestima.

Boletos, responsabilidades, expectativas x realidade: A Mari criou o canal De Mudança para ajudar as pessoas nessa saga que é morar sozinha(o), com dicas que vão desde DIY a planejamento financeiro.

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Contato

E-mail
jornalismoalmapreta(@)gmail.com

Mais Lidos