Atividade realizada no Rio de Janeiro conta com debate sobre a questão da pessoa negra e tem lançamento de livro sobre o tema e homenagem a Winnie Mandela

Texto / Amauri Eugênio Jr.
Foto / Felix Dlangamandla / Gallo Images


Acontece sábado (28), a partir das 15h, no Museu do Negro, a atividade “Do Poder Preto ao Pan-Africanismo”, que debate aspectos relativos à realidade e à unidade do povo preto.

Voltado a pessoas de perfis variados e irrestritos, como estudantes, trabalhadores, membros de organizações e coletivos, assim como ativistas e militantes, o evento terá diversas atividades voltadas à reflexão sobre o pensamento político de Stokely Carmichael (Kwame Ture).

Além do debate sobre a obra e aspectos teóricos da trajetória de Carmichael, o evento contará também com o lançamento do livro “Do Poder Preto ao Pan-Africanismo”, homônimo ao evento.

A atividade, cuja organização é feita pelo Kilombo Favela Rua, UCPA (União de Coletivos Pan-Africanistas) e Ocupa Alemão Favela/Quilombo, terá também na programação homenagem a Winnie Mandela, que faleceu em 2 de abril.

Serviço

“Do Poder Preto ao Pan-Africanismo” acontecerá sábado (28), a partir das 15h, no Museu do Negro (rua Uruguaiana, 77, Centro, Rio de Janeiro).

 

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Onde Estamos

Endereços e Contatos
Rua Tonelero 201, ap 102. CEP: 05056-000
Vila Ipojuca, São Paulo
contato(@)almapreta.com

Mais Lidos