Lançamento está previsto para maio e contém contos, crônicas, poemas e diários de 22 escritores negros de várias regiões do país

Texto / Simone Freire
Imagem / Reprodução

Arsenal poético e lúdico, “Ancestralidades - Coletânea de Escritores Negros” é uma publicação, com escritas em verso e prosa, que contém contos, crônicas, poemas e diários de 22 escritores negros de várias regiões do país.

O intuito do projeto é contrapor o mercado editorial como um todo, uma vez que é tradicionalmente escrito e retratado por escritores e personagens brancos. Uma pesquisa da Universidade de Brasília (UNB), por exemplo, aponta que o perfil do escritor brasileiro não muda desde 1965. Segundo a análise, de 692 romances de 383 escritores publicados entre 1965 e 2014, mais de 70% deles foram escritos por homens, 90% brancos e pelo menos a metade veio do Rio de Janeiro e de São Paulo.

“Num país racista em que apenas homens brancos ricos, em sua maioria, cis e heterossexuais, têm o direito de ter seus livros publicados, organizar uma coletânea de homens pretos é furar esse bloqueio. É pensar em rompimento do histórico silenciamento racista que sofremos no país e pensar também em uma forma de nos aquilombar, de nos juntar, dividir nossas letras no mesmo papel para denunciar a morte e anunciar formas de vida. É usar nossa caneta como arma e escudo contra o genocídio”, diz Igor Gomes, poeta que participa da coletânea.

Campanha

A organização da coletânea é de poetas e escritores negros e Karine Bassi, que organizou a antologia “Raízes: Resistências Históricas”, da qual participaram apenas mulheres negras.

Com lançamento previsto para maio, para viabilizar o projeto uma campanha de financiamento coletivo está em andamento até o dia 9 de abril.

“Acreditamos que seja possível não só difundir algumas vozes e escritas pretas espalhadas por aí mas também inspirar para que outras vozes e escritas de meninos negros possam surgir e serem vistas”, conta Gomes.

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Contato

E-mail
jornalismoalmapreta(@)gmail.com

Mais Lidos