fbpx

Dany Wambire confirma participação na edição 2018 do Flipoços para divulgar novo livro; segundo ele, trata-se de presente para o evento

Texto / Amauri Eugênio Jr.
Foto / Bruno Alves

O escritor moçambicano Dany Wambire, 28, é uma das atrações confirmadas na edição 2018 do Flipoços (Festival Literário de Poços de Caldas).

Wambire participará da mesa “Escrever em Moçambique: onde se buscam as matérias-primas do escritor”, que acontecerá em 1º de maio. Ele estará ao lado do escritor compatriota Manuel Mutimucuio na atividade.

Além da participação na mesa, o escritor lançará no evento o seu novo livro, “A Mulher Sobressalente”, pela Editora Malê. A obra de contos retrata personagens cujos destinos são malfadados - essa temática faz o leitor rememorar uma sociedade que alterna entre passado e futuro.

Para o autor, cuja primeira passagem pelo Flipoços, em 2017, foi marcada pela sua presença em todos os dias do evento e pelo lançamento do livro “A Adubada Fecundidade e Outros Contos”, de autoria dele, é um prazer participar do festival.

“[Este é] um evento literário que me marca por ter sido minha porta para o Brasil e também por ser multicultural e multirracial. O meu novo livro é um presente que dou ao festival, por ter mudado um pouco a minha pessoa sem que eu saiba dizer como”, explica, ao falar sobre como a atmosfera da cidade o influenciou. “Depois de ter estado em Poços de Caldas em 2017, decidi escrever este livro e retornar para lançá-lo com exclusividade.”

Se estar na Flipoços é uma honra para Dany Wambire, o inverso o é para a curadoria do festival. Gisele Corrêa Ferreira, curadora do evento, evidencia a alegria em contar novamente com a participação do autor, ao falar sobre como as presenças dele e de demais autores angolanos fizeram sucesso em 2017.

“Temos grande apreço por manter a língua portuguesa viva e fazer este intercâmbio. Estou muito contente em receber a obra que Dany fez também como uma homenagem e um presente a nós. É gratificante saber que o Flipoços tem este papel na vida das pessoas”, completa Gisele.

Saiba mais

A Flipoços 2018 acontecerá entre 28 de abril e 6 de maio no Espaço Cultural da Urca, em Poços de Caldas. A mesa “Escrever em Moçambique: onde se buscam as matérias-primas do escritor”, da qual Dany Wambire participará, será realizada em 1º de maio (terça-feira), às 16h30. A programação completa da Flipoços 2018 está disponível em www.flipocos.com.

 O povo preto quer narrar suas histórias

Vivemos em um mundo de disputa. Nossa sociedade tem profundas marcas das desigualdades que foram desenhadas ao longo da história. Na atualidade parece que há espaço para debate, a tão falada representatividade está sobre a mesa.
Mas o povo preto quer mais. Queremos narrar nossas próprias histórias. Queremos ter direito de fala não somente quando essa é concedida. Somos múltiplos, somos muitos e plurais. A ótica de ser preto no Brasil se revela como um espectro, tamanha a diversidade dos povos ancestrais que nos originaram, e a variedade de experiências que podemos ter e ser. Pertencer. O que nos conecta é pele.

Apoie o Alma Preta e nos ajude a continuar contando todas essas histórias.

Vamos fazer jornalismo na raça!

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Contato

E-mail
jornalismoalmapreta(@)gmail.com