fbpx

Evento, que acontece nos dias 6, 7 e 8 de dezembro, tem como fio condutor as expressões da diáspora africana

Texto / Nataly Simões | Edição / Simone Freire | Imagem / Heitor Feitosa

A terceira edição do Encontro de Música Popular acontece nos próximos dias 6, 7 e 8 de dezembro, na cidade de São Paulo, com o tema “Os sons da diáspora”. O evento conta com apresentações artísticas, mesas de conversa e debates que têm como fio condutor as expressões da diáspora africana em sua pluralidade e grandeza.

Entre as atrações que integram a programação está uma homenagem ao sambista Carlos Alberto Caetano, conhecido como Carlão do Peruche. Aos 89 anos, o fundador da escola de samba Unidos do Peruche, uma das mais tradicionais da cidade paulista, estará presente no evento.

Carlão é uma das personalidades que teve papel fundamental no processo de organização do carnaval. O sambista é aliado estratégico de outras lideranças do samba, como Alberto Alves da Silva, o Nenê da Vila Matilde, e Deolinda Madre, a Madrinha Eunice.

O objetivo do encontro também é dar espaço para pesquisadores e agentes culturais negros mostrarem seus trabalhos e questionarem a branquitude dominante na produção de cultura e no ambiente acadêmico.

A participação é gratuita e requer inscrição por meio do preenchimento de um formulário online.

Serviço

3º Encontro de Música Popular: “Os sons da diáspora”

Data: 6, 7 e 8 de dezembro

Local: Associação Cachuera - Rua Monte Alegre, 1094, Perdizes, São Paulo - SP

Entrada gratuita.

 O povo preto quer narrar suas histórias

Vivemos em um mundo de disputa. Nossa sociedade tem profundas marcas das desigualdades que foram desenhadas ao longo da história. Na atualidade parece que há espaço para debate, a tão falada representatividade está sobre a mesa.
Mas o povo preto quer mais. Queremos narrar nossas próprias histórias. Queremos ter direito de fala não somente quando essa é concedida. Somos múltiplos, somos muitos e plurais. A ótica de ser preto no Brasil se revela como um espectro, tamanha a diversidade dos povos ancestrais que nos originaram, e a variedade de experiências que podemos ter e ser. Pertencer. O que nos conecta é pele.

Apoie o Alma Preta e nos ajude a continuar contando todas essas histórias.

Vamos fazer jornalismo na raça!

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Contato

E-mail
jornalismoalmapreta(@)gmail.com