fbpx

Inscrições de pesquisas e artigos científicos estão abertas até o dia 13 de junho

Texto: Juca Guimarães I Edição: Nataly Simões I Imagem: Agência Brasil

O Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades (Ceert) está com inscrições abertas até o dia 13 de junho para o edital de “Equidade Racial na Educação Básica”, que vai financiar R$ 3 milhões em pesquisas e reconhecer artigos científicos que apontam soluções para a redução das desigualdades étnico-raciais e de gênero nas escolas.

“Quando a escola se curar da sua doença de exclusão, as crianças e os adolescentes negros poderão e saberão ficar na escola. Conhecer melhor este contexto e produzir subsídios para aprimorá-lo é um dos objetivos deste edital”, diz Cida Bento, diretora executiva do Ceert.

Em construção desde abril de 2019, o edital busca articular e mobilizar escolas, redes, coletivos, centros de pesquisas e organizações da sociedade civil (OSCs) para viabilizar e fortalecer estratégias de enfrentamento das desigualdades raciais e de gênero na educação. As inscrições devem ser feitas neste link.

O edital possui duas categorias e cada pesquisador ou pesquisadora pode concorrer com um trabalho em cada. Na categoria Pesquisa Aplicada, podem se inscrever mestres ou doutores que já possuam ou estabeleçam cooperação formal com escolas públicas, rede de ensino municipal ou estadual e, eventualmente, com organizações da sociedade civil (OSC) da área da educação. Nessa categoria, serão selecionados 15 projetos que receberão R$ 150 mil cada, além de uma bolsa no valor de R$ 3 mil para o pesquisador coordenador, no período de 18 meses.

A segunda categoria do edital é para graduados, mestres e doutores, desde que o artigo científico seja inédito e a titulação do autor tenha sido obtida há, no máximo, cinco anos. Dois artigos de cada modalidade receberão prêmios em dinheiro: graduados: R$ 3 mil, mestres: R$ 5 mil e doutores: R$ 8 mil.

“O trabalho com equidade racial na educação básica é uma oportunidade para que o povo brasileiro conheça mais a sua história, reconheça igualmente seus diferentes talentos e valorize uma perspectiva de desenvolvimento que inclua a população em toda sua rica diversidade”, complementa Cida Bento.

A iniciativa do Ceert conta com a parceria do Instituto Unibanco, Fundação Tide Setubal e Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). O resultado do edital será divulgado em setembro.

bannerhorizontal

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Contato

E-mail
jornalismoalmapreta(@)gmail.com