Cineasta foi o primeiro homem negro, e o mais jovem, a ser indicado ao Oscar, em 1992

Texto / Simone Freire
Imagem / mptvimages.com

Vítima de um acidente vascular, o cineasta John Singleton morreu nesta segunda-feira (29). O cineasta entrou para a história da cinematografia estadunidense ao ser o primeiro homem negro, e o mais jovem, a ser indicado ao Oscar no ano de 1992 por escrever o roteiro e dirigir, aos 22 anos, o filme "Boyz n the Hood" (Os Donos da Rua).

O longa metragem tumultuou a crítica cinematográfica na época por trazer um contexto de realidade até então negligenciado pela academia. Ambientalizado em um bairro de Los Angeles (EUA), o filme aborda o contexto de gangues violentas e a repressão policial contra os negros.

O elenco do filme contou com Angela Bassett, Laurence Fishburne, Cuba Gooding Jr e o rapper Ice Cube, este último em seu primeiro papel no cinema. Embora indicado, Singleton não levou nenhuma estatueta para casa.

Ao longo da carreira, o cineasta também esteve à frente dos filmes "+ Velozes + Furiosos" (2003), seu maior sucesso comercial, um remake de "Shaft" (2000) e "Quatro irmãos" (2005), entre outros.

bannerhorizontal

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Contato

E-mail
jornalismoalmapreta(@)gmail.com

Mais Lidos