fbpx

Nesta quarta-feira (12), a Comissão de Constituição de Justiça (CCJ) do Senado Federal, aprovou um relatório contrário ao decreto de armas do governo de Jair Bolsonaro, publicado no dia 7 de maio.

Texto / Solon Neto
Imagem / Reprodução

Apesar da aprovação do relatório na CCJ, o decreto presidencial continua valendo. O texto ainda será apreciado pelo Plenário do Senado Federal e também passará por comissões da Câmara dos Deputados.

Durante a manhã, representantes do movimento negro estiveram em Brasília reunidos com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre.

O Alma Preta, presente em Brasília, falou Beatriz Lourenço, representante da UNEAFRO. Segundo Beatriz, o presidente do Senado já havia adiantado que a pauta seria provavelmente aprovada. A expectativa também é de que o decreto sofra derortas na Câmara.

O decreto de armas tem sofrido críticas do movimento negro e diversos outros movimentos sociais. Segundo esses grupos, o decreto, que facilita o porte de armas para diversas categorias no Brasil, como caminhoneiros, adovagados e jornalistas, aumentará a violência contra a população pobre e negra.

Segundo o Atlas da Violência de 2019, publicado no início do mês, o Brasil teve 65,602 mil assasinatos em 2017, sendo que 75,5% dessas mortes foram de pessoas negras. Do total de assassinatos, 72,4% foram mortes causadas por armas de fogo.

 O povo preto quer narrar suas histórias

Vivemos em um mundo de disputa. Nossa sociedade tem profundas marcas das desigualdades que foram desenhadas ao longo da história. Na atualidade parece que há espaço para debate, a tão falada representatividade está sobre a mesa.
Mas o povo preto quer mais. Queremos narrar nossas próprias histórias. Queremos ter direito de fala não somente quando essa é concedida. Somos múltiplos, somos muitos e plurais. A ótica de ser preto no Brasil se revela como um espectro, tamanha a diversidade dos povos ancestrais que nos originaram, e a variedade de experiências que podemos ter e ser. Pertencer. O que nos conecta é pele.

Apoie o Alma Preta e nos ajude a continuar contando todas essas histórias.

Vamos fazer jornalismo na raça!

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Contato

E-mail
jornalismoalmapreta(@)gmail.com