Texto: Pedro Borges / Foto: CESeC / Edição de Imagem: Pedro Borges

Ativista negra norte-americana cumpriu agendas no Rio de Janeiro e depois da Bahia, vai para São Paulo

Nos dias 25 e 26 de julho, Deborah Small, ativista norte-americana, participa de encontros com o movimento negro baiano e movimentos sociais para discutir política de drogas nas cidades de Salvador e Cachoeira. O Centro de Estudos de Segurança e Cidadania (CESeC) conta com o apoio da Iniciativa Negra por uma Nova Política de Drogas (INNPD) para a articulação da passagem da militante negra norte-americana na Bahia.

Deborah Peterson Small é formada em direito pela Universidade de Harvard e foi diretora para assuntos legais da New York Civil Liberties Union.  Mais tarde, Deborah se tornou diretora de políticas públicas e articulação comunitária pela Drug Policy Alliance. Há quase uma década, ela criou a organização Break the Chains, cujo objetivo é alertar os impactos da guerra às drogas na população negra. Deborah Small é nome central na discussão sobre racismo e política de drogas nos EUA e no mundo.

No dia 25 de julho, às 16h, Deborah participa de um debate com o movimento negro de Salvador no Auditório do Conselho para o Desenvolvimento da Comunidade Negra (CDCN), Pelourinho. O tema da conversa é “A mulher negra e a luta contra o genocídio: a guerra às drogas e o massacre negro nas Américas”.

No dia seguinte, às 15h, na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), na cidade de Cachoeira, Deborah compõe a conversa “A cor da repressão: o massacre da guerra às drogas contra o povo negro”.

Deborah participou de atividades no Rio de Janeiro e já no dia 28 está em São Paulo para novos encontros e debates. O objetivo da passagem de Deborah pelo Brasil é estimular o movimento negro e as mídias negras a refletir e produzir conteúdo sobre a política de drogas sob a perspectiva étnico-racial.

bannerhorizontal

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Contato

E-mail
jornalismoalmapreta(@)gmail.com

Mais Lidos