Autores de clássicos do funk nacional como “Rap da Felicidade” e “Rap das Armas”, Cidinho e Doca são um dos homenageados da exposição “Pretas Potências”

Texto / Pedro Borges
Imagem / Divulgação

Cidinho e Doca seguem entre os principais nomes do funk nacional, mesmo 23 anos depois de lançar o primeiro sucesso da dupla, a música “Rap da Felicidade”, apresentada ao público em 1995. Os dois foram escolhidos para representar o estilo musical na exposição “Pretas Potências”, organizada pelo Alma Preta e a Feira Preta e com data para estrear no dia 10 de Novembro, sábado, no Metrô República, em São Paulo.

A dupla, nascida e criada na Cidade de Deus, bairro de periferia da Zona Oeste do Rio de Janeiro, fez sucesso ao longo da carreira por cantar sobre os desejos, sonhos e também situações de violência vividas por moradores das comunidades pobres e negras cariocas.

Em “Rap da Felicidade”, os músicos expressaram o desejo de muitas pessoas residentes da Cidade de Deus: “Eu só quero ser feliz, andar tranquilamente na favela onde eu nasci, e poder me orgulhar, e ter a consciência que o pobre tem seu lugar”.

Em entrevista ao R7, os dois artistas contam que não ficaram ricos com a música, mas tiveram uma melhora na qualidade de vida e se sentem orgulhosos pela carreira que construíram.

“A música mudou a nossa vida. Sem ela, não sei o que seria de nós hoje. Mais um refém da violência que vivemos de perto. Não sabemos fazer outra coisa!”, disseram.

Outra música de sucesso da dupla foi “Rap das Armas”, que chegou a ser censurada e não tocada em rádios, por supostamente fazer apologia à violência. Cidinho e Doca chegaram a ser intimados a prestar depoimento para a polícia. Questionados sobre o conteúdo da canção, responderam que a música retrata parte da realidade vivida no cotidiano pela dupla.

A canção também fez muito sucesso depois de virar a trilha sonora do filme “Tropa de Elite”, feito por José Padilha e lançado em 2007. Cidinho e Doca tiveram músicas lançadas nos Estados Unidos, em Portugal, e chegaram a se apresentar em diversos países, como Inglaterra, Paraguai e França.

Serviço:

Exposição Pretas Potências
Quando: 10 de novembro até 10 de Dezembro
Onde: Estação República do metrô| Linha 3 - Vermelha
Contato: (11) 95452 5578
Email: jornalismoalmapreta@gmail.com

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Contato

E-mail
contato(@)almapreta.com

Mais Lidos