Marca de roupas Eparrei lança crowdfunding para financiar a próxima coleção da marca; peças contêm mensagens voltadas ao empoderamento afro-brasileiro e à luta antirracista

Texto / Amauri Eugênio Jr.
Imagem / Augusto Martins
Editorial / Nayara Reis

“Eu chamo a minha moda de moda política porque a moda em si influencia a sociedade e o comportamento.” É deste modo como Dara Ribeiro, fundadora da Eparrei, fala sobre a proposta da marca existente desde 2014, que é voltada à luta contra o racismo e ao empoderamento da população afrodescendente.

Coincidência ou não, Dara faz questão de manter alinhados os conceitos estéticos de seu viés ideológico. Esse aspecto é indissociável à marca e é expressado nas peças comercializadas, que contêm mensagens exaltando a luta da população negra e a valorização de religiões afro-brasileiras.

“A Eparrei surgiu da vontade de expressar o meu orgulho de ser mulher negra, mesmo sendo a base da pirâmide, por ser militante desde pequena graças aos meus pais e para relembrar as mulheres negras que vieram antes. A frase ‘Eu, mulher negra, resisto’ é um poema de Alzira Rufino, militante e presidente da Casa de Cultura da Mulher Negra de Santos”, pontua Dara, sobre as origens da marca e da icônica frase, que compõe uma das peças mais famosas da Eparrei.

Campanha e próximos passos

A próxima coleção, que conta com novas frases, como “Exu me ama, laroyê” e que retratam o orgulho lésbico, está em frase de produção. Todavia, os custos de produção das peças e dificuldades para financiar o processo motivaram a criação de crowdfunding – campanha online colaborativa para arrecadação de dinheiro – no Site Vakinha.

De acordo com a empreendedora, os empecilhos para captação de verba foram os fatores que a motivaram a abrir o crowdfunding. “As dificuldades são conseguir empréstimos ou patrocínio. Por mais que tenhamos avançado, ainda é muito difícil alguém patrocinar uma marca que tem como marcador a questão negra. Como não ter como pagar alguém, faço tudo sozinha, mas tenho uma rede de amigas e amigos que acreditam e me ajudam a mantê-la.”

Até a publicação desta reportagem, a campanha, iniciada em 24 de junho, havia arrecadado R$ 1.055 para financiar a próxima coleção. O objetivo da Eparrei é arrecadar R$ 4.000. Interessados poderão fazer doações até 22 de outubro.

Ao término da campanha, caso o valor total seja arrecadado, contribuintes participarão de sorteio no qual concorrerão a uma camiseta da grife e a um livro de Angela Davis.

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Contato

E-mail
contato(@)almapreta.com

Mais Lidos