fbpx

Texto: Anastácia Contemporânea / Ilustração: Bianca Buteikis


É Tempo de Anastácia!

Quantas de nós, mulheres negras, ainda somos silenciadas nos dias de hoje?
A busca da identidade e afirmação enquanto mulher, mulher negra, é uma estrada de percurso diário, com histórias vividas, ouvidas e contadas, com poesias de preencher a alma, amores de construção e dessabores, machismo a ser combatido, e racismos como pauta de luta.

É lutar diariamente contra os lugares comuns destinados a nós, nossas mães, avós e bisavós.
Anastácia não se deixou escravizar. E nós não vamos nos calar!

Por isso convidamos todas a escrever sobre si, sobre a outra, para outra e com a outra, numa tentativa de suscitar novos caminhos, novos sonhos e novas perspectivas, para nós, mulheres negras.

Estamos copilando relatos, poesia (contestação, romântica, erótica, qualquer uma) romances, histórias reais, memórias de mulheres negras (mãe, avó), manifesto, contos e crônicas de Anastácias Contemporâneas para lançarmos um livro coletivo!

Serão selecionados 50 escritas livres de mulheres negras e catalogadas para que o mundo entenda a complexidade que habita nossos corpos.

Topam embarcar com a gente nesse desafio?!

Mande o seu texto até 20.12.2015 pelo link - http://migre.me/s4jGX
ou pelo email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
‪#‎anastaciascontemporaneas‬

 O povo preto quer narrar suas histórias

Vivemos em um mundo de disputa. Nossa sociedade tem profundas marcas das desigualdades que foram desenhadas ao longo da história. Na atualidade parece que há espaço para debate, a tão falada representatividade está sobre a mesa.
Mas o povo preto quer mais. Queremos narrar nossas próprias histórias. Queremos ter direito de fala não somente quando essa é concedida. Somos múltiplos, somos muitos e plurais. A ótica de ser preto no Brasil se revela como um espectro, tamanha a diversidade dos povos ancestrais que nos originaram, e a variedade de experiências que podemos ter e ser. Pertencer. O que nos conecta é pele.

Apoie o Alma Preta e nos ajude a continuar contando todas essas histórias.

Vamos fazer jornalismo na raça!

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Contato

E-mail
jornalismoalmapreta(@)gmail.com