Alunos negros da Fundação Getúlio Vargas de São Paulo pedem a expulsão de aluno branco racista

Texto / Thalyta Martina
Imagem / Divulgação

Na próxima segunda-feira (12) acontece o “Ato não temos dono” na FGV EAESP - Escola de Administração de Empresas de São Paulo a partir das 11:30 horas. A manifestação é feita por alunas e alunos negros da Fundação Getúlio Vargas e tem o objetivo de reunir forças para reivindicar o fim do racismo dentro da instituição, que “já é conhecido por ser elitizado e majoritariamente branco”, diz a descrição do evento, além da expulsão do aluno que praticou racismo no dia 6 deste mês de março. O evento é organizado pelo Coletivo Negro 20 de novembro FGV.

atonaotemosdono1

O ato racista foi cometido no dia 6, terça-feira, por um aluno branco do quarto semestre que estuda na instituição. Ele tirou uma foto de um estudante negro da mesma Fundação e compartilhou em um grupo do aplicativo de mensagens WhatsApp com a frase “Achei esse escravo no fumódromo! Quem for o dono avisa!”.

A vítima de racismo no mesmo dia e registrou boletim de ocorrência no 4º Distrito Policial da Consolação, na quinta-feira (8) por injúria racial. O autor da foto foi suspenso da faculdade por três meses.

Em março de 2017 uma caloura de 17 anos da Fundação foi hostilizada durante um campeonato esportivo pelo fato de ser negra. Na torcida, um dos estudantes gritou: “Negrinha, aqui, não”. 

“Precisamos revelar e reafirmar que todas as formas de racismo destroem a dignidade da população negra, impedindo-a de ocupar muitos espaços na sociedade, inclusive este. Precisamos conscientizar ainda mais as pessoas que desacreditam do racismo e dos seus efeitos negativos. Precisamos sair das redes sociais, pois ela é restrita demais para alcançar quem deve ser alcançado. ESSE ATO MANIFESTA NOSSA SEDE POR JUSTIÇA!”, diz a descrição do evento.

Programação
11h30: Abertura do ato com fala do Coletivo 20 de novembro
12h30: Oficinas de discussão
Tema 1 - Racismo na GV, como combater?
Tema 2 - Reflexões sobre práticas racistas cotidianas
Tema 3 - Cotas raciais e sua importância no ambiente universitário
14h00: Produção de cartazes
15h00: Concretização da carta solicitando a expulsão do aluno agressor

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Contato

E-mail
contato(@)almapreta.com

Mais Lidos