Publicação feita de forma conjunta reúne autores da literatura afro-brasileira de vários estados brasileiros

Texto / Thalyta Martins
Imagem / Reprodução

No dia 14 de dezembro de 2018, a partir das 19h no Sindicato dos Engenheiros, em São Paulo, o Quilombhoje Literatura lança a 41ª edição da série Cadernos Negros, que reúne autores da literatura afro-brasileira contemporânea. A série, que já foi traduzida para o inglês e esteve presente na lista de leituras obrigatórias do vestibular da Universidade Federal da Bahia (UFBA) para as provas de 2012 e 2013, é a obra literária mais antiga e tradicional da comunidade negra.

O livro é feito de forma cooperativa desde 1978 e publica contos e poesias de autores negros. A iniciativa é pioneira no Brasil e é organizada pelo coletivo Quilombhoje, coordenado pelos também escritores Márcio Barbosa e Esmeralda Ribeiro.

A série foi criada pelo escritor e poeta Cuti e pelo o ativista e poeta Hugo Ferreira. A obra inaugural contou com poesias de Celinha, Oswaldo de Camargo, Eduardo de Oliveira e Oliveira que foram veiculadas em 52 páginas. O objetivo era enfrentar o apagamento da presença do negro enquanto sujeito da literatura brasileira. Desde então, nomes como Conceição Evaristo, também deixaram seus registros na publicação.

Confira os autores desta ediçao:

corpocadernonegros

Serviço

Cadernos Negros Volume 41
Dia 14 de dezembro de 2018 – sexta – a partir das 19h
Sindicato dos Engenheiros - Rua Genebra, 25, Bela Vista (Ao lado da Câmara Municipal e próximo ao metrô Anhagabaú)
Entrada gratuita.

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Contato

E-mail
contato(@)almapreta.com

Mais Lidos