fbpx

Com população negra maior que a média da cidade de São Paulo, o bairro da Zona Norte possui 5.479 casos suspeitos de Covid-19 e mais de 156 mortes

Texto: Nataly Simões | Imagem: Pedro Borges

As estatísticas sobre o Covid-19, o novo coronavírus, rompem com a ideia de que o vírus é democrático. De acordo com dados da Secretaria Municipal da Saúde, a Brasilândia, bairro da Zona Norte de São Paulo, é o mais atingido pela pandemia, com 5.479 casos suspeitos da doença e mais de 156 mortes.

No bairro onde 50,6% dos moradores se autodeclaram pretos ou pardos, média maior que a de 32,1% do município, a proporção de leitos hospitalares existentes (0,01) é menor que a recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para cada 1 mil habitantes (2,5 a 3,0).

Outro problema é o tempo de espera para uma consulta com um médico clínico geral, que é o segundo maior da cidade, assim como o número de favelas na região é um dos maiores.

Confira o vídeo:

bannerhorizontal

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Contato

E-mail
jornalismoalmapreta(@)gmail.com